News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Quinta-Feira, 25 de Fevereiro de 2021

INTENÇÃO DE CONSUMO EM PORTO VELHO AUMENTA E ULTRAPASSA MAIS UMA VEZ A MÉDIA NACIONAL

De acordo com levantamento, houve uma pequena melhora em cinco dos sete itens que compõem a Intenção de Consumo das Famílias, mas esta tendência é mais de estabilização do que de crescimento do consumo
Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2015 - 15:17

Depois de registrar queda em agosto, a Intenção de Consumo das Famílias (ICF) em Porto Velho voltou a ter leve alta em setembro e está 12,3% maior que o constatado a nível Brasil. A pesquisa elaborada pelo Sistema Fecomércio Rondônia e a Confederação Nacional do Comércio (CNC) aponta um ICF de 89,6 pontos, ou seja, alta de 1,1% em comparação a agosto. É preciso lembrar que, pela metodologia, a intenção de consumo varia de 0 a 200, porém, somente acima de 100 pontos é positiva.

Para o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia (Fecomércio), Raniery Araújo Coelho, “o que se observa é que, mesmo com uma situação nacional adversa, o consumo de Porto Velho tem se mantido estável, todavia, não há como não sentir os impactos de uma conjuntura econômica cercada de incertezas. Os consumidores estão agindo com cautela e procurando formas de ajustar seus orçamentos”.

De acordo com levantamento, houve uma pequena melhora em cinco dos sete itens que compõem a Intenção de Consumo das Famílias, mas esta tendência é mais de estabilização do que de crescimento do consumo, tanto que os dois itens que tiveram desempenho negativo, Perspectiva de Consumo, com -1,7%, e o Momento para Duráveis, com -1,9%, são, justamente, os que impactam mais diretamente no consumo futuro.

O Departamento Econômico da Fecomércio/RO analisa que mesmo com um impacto menor da inflação em agosto, que ficou em 0,22%, ante 0,62% de julho, a inflação acumulada do ano é a maior desde 2003, o que aumenta o receio das pessoas em relação ao futuro. Também as quedas de energia elétrica e o aumento de seus custos contribuem para que o consumo diminua e a precaução das famílias aumentem. Ainda assim a expectativa é de que as vendas de final de ano se mantenham no mesmo nível, ou um pouco abaixo, do patamar do ano passado. 

Fonte - Ascom - Fecomércio

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.