News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Domingo, 07 de Março de 2021

PORTO VELHO SUPERA META DE VACINAÇÃO CONTRA PÓLIO E ATINGE MAIS DE 100%

A partir da próxima segunda, dia 14, a vacina contra pólio será disponibilizada somente dentro do calendário de rotina
Sexta-Feira, 11 de Setembro de 2015 - 09:46

Superando a informação veiculada em uma revista de circulação nacional de que Porto Velho teria sido a capital que menos vacinou crianças contra a poliomielite durante o período oficial da Campanha Nacional, que aconteceu entre 15 e 31 de agosto, a Prefeitura através da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), garante que o índice estipulado pelo Ministério da Saúde (MS) de imunização de 95% do público nesta faixa etária, foi ultrapassado.

Elizeth Gomes, Chefe da Divisão de Imunização da Semusa, explica que até o prazo final da campanha o município ainda não havia informado ao governo federal os dados precisos sobre a aplicação de doses, encerrando o cadastramento no sistema somente na quinta-feira (10). "Encontramos dificuldades com o envio de dados e até o acesso na nossa região. Ele foi alterado nesta campanha e sentimos bastante dificuldade em cadastrar as informações necessárias durante o período gerando assim uma estimativa incorreta", disse.

Conforme o levantamento já finalizado, Porto Velho tinha como meta imunizar 34.940 crianças de 6 meses a menores de 5 anos, sendo que foram distribuídas 36.851 doses da gotinha, alcançando assim um índice de cobertura vacinal de 105,47%. “Acredito que pelo quantitativo de pessoas que eram atendidas dia a dia, penso que foi mais uma falha do sistema do que uma cobertura baixa, as demandas das nossas unidades estavam extremamente exageradas, em algumas até houve reforço de vacinadores”, justificou Elizeth ao confirmar que somente no dia D da campanha, foram distribuídas mais de 60% doses.

Ainda de acordo com a responsável por este trabalho de imunização, o município não enfrenta dificuldades em cumprir o preconizado pelo MS. "A gente sempre chega aos cem por cento. Nesta faixa etária os pais se preocupam muito e procuram as unidades. Desde que a paralisia foi erradicada nós nunca ficamos sem atingir a meta. No passado havia necessidade da execução de estratégias, onde vacinávamos nas creches, escolas, associações de bairro, só que hoje a gente não precisa mais disso, as pessoas são mais conscientes e conseguimos realizar o trabalho com sucesso somente nos postos.

A partir da próxima segunda, dia 14, a vacina contra pólio será disponibilizada somente dentro do calendário de rotina, naqueles casos em que a criança tem a dose agendada, que acontece aos 6 meses, 15 meses e 4 anos.

Fonte - assessoria

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.