News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Segunda-Feira, 01 de Março de 2021

CEPLAC E EMATER DISCUTEM DISSEMINAÇÃO DO CACAU CLONAL EM RONDÔNIA

A expectativa é trazer da Bahia para Rondônia mais 200 mil hastes de cultivares mais avançadas, para formação de novos clones de cacau de alta tecnologia e geneticamente melhorado.
Quinta-Feira, 03 de Setembro de 2015 - 14:07

A recente parceria firmada entre o governo do estado e a Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) pode trazer de volta os anos de ouro do cacau em Rondônia. Em reunião realizada nesta quarta-feira (2), representantes da Emater e da Ceplac deram início ao planejamento das ações de incentivo e assistência técnica à nova cultivar que está sendo introduzida na região. A expectativa é trazer da Bahia para Rondônia mais 200 mil hastes de cultivares mais avançadas, para formação de novos clones de cacau de alta tecnologia e geneticamente melhorado.

Dentre as ações a serem desenvolvidas pela Emater, duas ganham destaques: o desenvolvimento do cacau em área de várzea na região do baixo madeira; e assistência técnica aos produtores que optarem pelo cultivo do cacau. Segundo o vice-presidente da Emater, José de Arimateia da Silva, em novembro será realizado um nivelamento de informações entre os técnicos da Emater e da Ceplac no intuito de trabalhar as políticas públicas estendidas até o ano de 2.022.

A Emater e a Ceplac já são parceiras de longa data, mas esta parceria marca uma nova era para o cacau de Rondônia. Alberto Quintans, chefe de serviço de extensão rural da Superintendência Regional do Estado de Rondônia (Suero), conta que, em 2014, a Emater custeou duas das seis cargas de material destinado a produção de mudas clonais que chegaram da Bahia.

Com esse material a Ceplac deu início a 25 unidades demonstrativas que hoje se encontram em produção, mas não o suficiente para a disseminação em ter os produtores rurais, mas é um material de qualidade, com alta tecnologia e melhoria genética. “Esse material é um material mais resistente a doenças, como a vassoura de bruxa, por exemplo, diz, o chefe da Suero.

Luiz Gomes Furtado, presidente da Emater, diz que a tendência da Ceplac em parceria com o governo estadual, Seagri e Emater é trazer da Bahia, nos próximos anos, material genético (clone) em forma de mudas enraizadas. “Em Ouro Preto do Oeste existe uma unidade experimental que está multiplicando variedades geneticamente melhoradas de cacau para unidades de validação em diversas propriedades selecionadas, inclusive no Centro de Treinamento da Emater.”

Segundo o superintendente da Ceplac em Rondônia, Cacildo Viana da Silva, todo esse material será apresentado no dia de campo a ser realizado no próximo dia 3 de outubro, na propriedade do produtor rural Claudio Coimbra, em Tarilândia, no município de Jaru. “Os visitantes terão oportunidade de ver, nessa propriedade, essas cultivares já produzidas.”

Fonte - Wania Ressutti

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.