News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Terça-Feira, 02 de Março de 2021

SECRETARIA DE SAÚDE EM PVH RECEBE EQUIPAMENTOS DA ENERGIA SUSTENTÁVEL DO BRASIL

A utilização será feita no Plano Complementar de Ações de Controle da Malária
Quarta-Feira, 02 de Setembro de 2015 - 12:04

A Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica Jirau, entregou para a Secretaria Municipal de Saúde (SEMUSA), equipamentos destinados ao abastecimento dos laboratórios e Ponto de Apoio e Abastecimento para as Atividades de Controle (PAs) da malária. A solenidade de entrega aconteceu no dia 31 de agosto no Centro de Controle de Zoonoses de Porto Velho. A ação é referente ao Plano Complementar de Ações de Controle da Malária, desenvolvido pelo Programa de Saúde Pública da ESBR.

Os equipamentos entregues foram 110 bolsas de lona - modelo tiracolo; oito microscópios bacteriológicos com bateria de autonomia de 48 horas para diagnóstico da malária, dez bombas termonebulizadoras portáteis (bombas de fumacê) e 26 pulverizadores de compressão prévia - com 15 litros de capacidade. Para esta entrega, a Energia Sustentável do Brasil destinou R$ 153.580,00, previstos em dois convênios de compensação social, do Plano Complementar de Saúde.

Segundo o chefe da divisão de controle de doenças transmitidas por vetores da SEMUSA, Almir José Silva, os itens serão utilizados na abrangência das atividades de controle e combate à malária, desenvolvidas nas áreas de influência direta da UHE Jirau, que abrange nove localidades (Jaci Paraná, Nova Mutum Paraná, União Bandeirantes, Abunã, Vila da Penha, Fortaleza do Abunã, Vista Alegre do Abunã, Extrema e Nova Califórnia). “Parte do nosso material estava precisando de renovação. Agora temos aparato para implementar mais ações no combate aos vetores”, garantiu.

Representando o secretário municipal de Saúde, o chefe de gabinete da SEMUSA, Marcos Rezende, ressaltou a queda nos índices da malária em Porto Velho e região. De janeiro a agosto de 2015, foram registrados 1.680 casos, número 40% menor se comparado com o mesmo período do ano passado. “Pela primeira vez seremos certificados pelo Ministério da Saúde como município sem risco de malária. Estamos bem abaixo dos índices considerados perigosos. Isso é inédito em Porto Velho. Só temos que agradecer a ESBR pelo apoio dado à SEMUSA”.

O diretor do Centro de Controle de Zoonoses, Rodrigo Antônio Golim, explicou que o trabalho de controle e combate à malária é realizado em diversas etapas: controle entomológico, diagnóstico laboratorial, que é o exame de lâmina e o controle vetorial em campo. “Todos os equipamentos entregues hoje serão utilizados nas diferentes fases do trabalho. Ficamos muito felizes com o resultado, mostra o empenho e dedicação do município, dos agentes de saúde e da empresa que tem sido parceira desde o início”.

Fonte - uhe jirau

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.