News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Sabado, 06 de Março de 2021

CÂMARA DE JARU RECEBE MAIS DUAS DENÚNCIAS CONTRA PREFEITA SONIA CORDEIRO

Temendo os eminentes sucessivos pedidos de afastamentos e cassação que vem pela frente, a Chefe do Executivo, demostra uma possível mudança de tática, ao invés de enfrentar os vereadores como vinha fazendo
Terça-Feira, 01 de Setembro de 2015 - 07:04

Foram recebidas em sessão ordinária desta segunda feira (31), mais duas denúncias em desfavor da prefeita do município de Jaru Sonia Cordeiro. A primeira apresentada por um cidadão, solicita por parte do Poder Legislativo, providências e imputação de penalidades a Chefe do Executivo, advento a situação que se encontra o Hospital Municipal, a qual levou sua interdição por ordem judicial. A segunda denúncia foi apresentada pelo vereador José Augusto, onde nela solicita a investigação do contrato da prefeitura com a empresa de limpeza de ruas C.F Rondônia. De acordo com o vereador há indícios fortíssimos de direcionamento e vantagens dadas a esta empresa, que já faturou cerca de R$ 2 milhões em diversos contratos vencidos em licitações duvidosas. Segundo o denunciante, a empresa que é de um grande amigo da prefeita, já vem sendo investigada pelo Tribunal de Contas do Estado e o Ministério Público de Rondônia.

Investigação do TAC

O atual posicionamento da maioria dos vereadores do município de Jaru, indica que a prefeita Sonia Cordeiro (PT) poderá ter muito trabalho para se manter no cargo até o final de seu mandato.

Um termômetro desta previsão, é os 12 votos dados contra ela, que lhe resultou em seu afastamento do cargo no ultimo dia 24 de agosto, para que a comissão processante julgasse seu envolvimento na adulteração do TAC do transporte escolar . A prefeita foi novamente reconduzida ao cargo pela justiça, por não ter sido lhe concedido os 15 minutos de defesa na tribuna da Câmara.  Diante de tal quadro, os vereadores da oposição afirmam que a Comissão Processante segue normalmente, só que agora com mais atenção ao que preconiza a lei, e no final do prazo de investigação irá pedir sua cassação.

O que vem pela frente

Nos próximos dias será apresentado o relatório da CPI do Leilão com outro possível pedido de afastamento da prefeita do cargo, o que efetivamente poderá acontecer, se pegarmos como base o atual posicionamento dos vereadores demostrado no ultimo pedido de afastamento.

A prefeita também terá que defender seu cargo provando sua inocência, em mais duas CPIs, a da aquisição de peças e do índice da folha.

Outras denúncias como, a de improbidade administrativa cometida por ela, na contratação ilegal de servidores, o qual já lhe rendeu uma condenação em primeiro grau a perca da função pública, também é esperada para os próximos dias.

Eles sabiam

Os vereadores, antes do inicio da votação para o afastamento da prefeita no ultimo dia 24, foram comunicados pela a assessoria jurídica da Câmara, que o ato seria nulo se a prefeita não tivesse seus 15 minutos de defesa na tribuna, porém prosseguiram a sessão normalmente. Talvez isto explique votos inimagináveis, angariados até de fieis aliados da prefeita. Será que foi estratégia de marketing?

Trabalho para reversão

Temendo os eminentes sucessivos pedidos de afastamentos e cassação que vem pela frente, a Chefe do Executivo, demostra uma possível mudança de tática, ao invés de enfrentar os vereadores como vinha fazendo, já foi avistado, funcionários de seu alto escalão, procurando vereadores, para transmitir um pedido de “baixar a guarda”, e de trabalho em parceria. Só os dias irão dizer o resultado disto.

Fonte - JARUONLINE

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.