News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Segunda-Feira, 01 de Março de 2021

ENVOLVIDO EM POLÊMICA SOBRE RACISMO, EDUARDO STERBLITCH CANCELA SHOWS E ESTÁ AFASTADO DO 'PÂNICO'

Em sua página no Facebook, o humorista publicou um pedido de desculpas, que logo depois foi deletado
Quarta-Feira, 26 de Agosto de 2015 - 16:25

Após ser acusado de racismo ao representar um africano em quadro do programa humorístico Pânico, o ator e comediante Eduardo Sterblitch deixou de aparecer ao vivo nas transmissões e cancelou shows no interior de São Paulo por motivos de saúde. No quadro que instigou as acusações – uma paródia doMasterChef –, Edu utilizava o recurso do blackface para interpretar o personagem Africano, um homem negro que se comunica apenas por grunhidos e gesticula com danças exóticas.

O blackface é uma forma teatral de pintura facial e corporal usada no século 19 por artistas brancos para representar pessoas negras. As representações eram exageradas e ridicularizavam os estereótipos da população negra em espetáculos populares nos Estados Unidos – para fazer danças exóticas e gestos caricatos.

Ao jornal Agora S. Paulo, dois integrantes do programa teriam dito que o afastamento do humorista deve-se à depressão desencadeada pelas acusações de racismo.

Em sua página no Facebook, o humorista publicou um pedido de desculpas, que logo depois foi deletado:

"Não sou Racista! E também estou chorando... A quem deixei triste ou pior, peço desculpas por minha IGNORÂNCIA ! Que, pelo menos, eu sirva de exemplo! Para que isso não aconteça mais", dizia o post do ator.

O programa também emitiu uma nota pedindo desculpas e justificando que na atração também há sátiras com "mexicanos, árabes e chineses".

Segundo informações da Folha de S.Paulo, a Comissão Nacional da Verdade da Escravidão Negra no Brasil, ligada ao Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), encaminhou uma denúncia contra o ator que faz o personagem Africano à Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), da Presidência da República. De acordo com a ação, o personagem é uma "afronta racial" e que contribui para "perpetuar os efeitos e resquícios da escravidão negra".

Fonte - zero hora

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.