News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Quarta-Feira, 24 de Fevereiro de 2021

RAUL SEIXAS MORRIA HÁ 26 ANOS COMO PIONEIRO DO ROCK

Raul Seixas criticou música brasileira em entrevista um ano antes da morte
Sexta-Feira, 21 de Agosto de 2015 - 08:51

Há vinte e seis anos morria Raul Santos Seixas considerado um dos pioneiros do rock brasileiro. Sua obra musical é composta por dezessete discos lançados em 26 anos de carreira.

Raul Santos Seixas nasceu em Salvador numa família de classe média; o pai era engenheiro e a mãe dona de casa.

Raul Seixas criticou música brasileira em entrevista um ano antes da morte

Em 1963 fundou a banda The Panters, que se tornou a sensação de Salvador. A fama se espalhou, e a banda foi rebatizada pelo nome Os Panteras.

Em 1968, já no Rio de Janeiro, Raulzito e Os Panteras gravaram o primeiro e único disco, que foi um fracasso.

Abalado, Raul voltou para Salvador onde passava o tempo inteiro trancado no quarto lendo filosofia. Nessa época conheceu um diretor da CBS Discos que lhe ofereceu uma segunda chance. Raul trabalhou anonimamente por um bom tempo produzindo e compondo para cantores da jovem guarda.

Em 1974, Raul Seixas e Paulo Coelho criaram a Sociedade Alternativa, baseada nos preceitos do bruxo inglês Aleister Crowley. Raul chegou a anunciar a aquisição de um terreno para a construção da Cidade das Estrelas, sede da Sociedade, na qual a única lei era: “Faz o que tu queres, há de ser tudo da lei.”

A Ditadura Militar prendeu Raul Seixas e Paulo Coelho, pensando que a Sociedade Alternativa era um movimento armado contra o governo. Depois de torturados, Raul e Paulo foram exilados para os Estados Unidos. No entanto, o LP Gita gravado poucos meses antes fez tanto sucesso, que forçou a Ditadura a trazê-los de volta para o Brasil.

Em 1980, lançou o álbum Abre-te Sésamo, que entre outros sucessos tem as faixas Rock das Aranha e Aluga-se, que foram censuradas. Logo depois, o contrato foi rescindido.

Em 1982, fez um show na Praia do Gonzaga, em Santos, reunindo mais de 150 mil pessoas. No mesmo ano, Raul apresentou-se bêbado em Caieiras, em São Paulo, e foi quase linchado pela plateia que não acreditava que Raul era o próprio, mas um impostor.

Mergulhado na depressão, se afundou nas drogas. Na manhã do dia 21 de agosto de 1989, Raul Seixas foi encontrado morto no apartamento em que vivia em São Paulo, vítima de uma parada cardíaca.

Fonte - ebc

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.