News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Terça-Feira, 09 de Março de 2021

PADRE SERÁ AFASTADO DE SUAS FUNÇÕES

Técnico que fez a manutenção no PC teria encontrado o material pornográfico.
Quinta-Feira, 20 de Agosto de 2015 - 11:09

Por Deborah Sena
do Diario da Amazônia

Após denúncias de suposto envolvimento de um religioso que está sendo investigado pelo arquivamento de possível conteúdo de pornografia infantil em computadores em sua residência, e que, diante de mandado de busca e apreensão na residência do mesmo, que atuava na Igreja Rainha dos Apóstolos, foi encontrada uma espingarda calibre 28, não registrada.

Na tarde de segunda-feira o padre já havia pago a fiança de um salário mínimo e, em seguida sido liberado. Até o fechamento desta matéria, informações obtidas pela Arquidiocese de Porto Velho, será publicado ainda na tarde de ontem (19), um decreto oficializando o afastamento das funções de presbítero do padre João Selhorst até o término das investigações.

De acordo com informações sigilosas obtidas pelo jornal Diário da Amazônia, foram encontrados conteúdos de pornografia infantil em um dos computadores apreendidos, conteúdos estes, investigados após depoimentos de uma pessoa que realizava manutenção de computadores, que ao mexer em um dos computadores do padre, teria achado o tal teor ilegal.

Segundo a Polícia Civil, foram levados computadores, pen drivers e aparelho celular, que fará parte das investigações e que ainda está sendo apurado pela polícia do Município.

Conforme informações obtidas por fonte segura, um envelope lacrado, deixado por um mototaxista, na delegacia, teria informações que chegaram até a um dos meninos depoentes. No envelope, havia conteúdo de conversas puxadas em uma rede social que dizia: “ …a noite passada foi muito especial para mim, o toque das suas mãos me fez me sentir bem, e você tem trazido muito alívio para as minhas angústias…você já foi dormir? Sinto sua falta…”, dizia uma das conversas de um dos meninos com o padre.

Uma das supostas vítimas, após o seu depoimento na polícia, relatou: “Já fiz a minha parte indo à polícia hoje cedo e espero que a justiça seja feita”, disse um dos depoentes.

O mandado de busca e apreensão foi cumprido após agentes da polícia receberam a informação de que o padre João Selhorst guardava imagens de pornografia infantil no HD. A espingarda foi encontrada pela Polícia Civil (PC) em sua residência. “O padre não foi preso pelo crime de pedofilia, estão sendo averiguadas informações pela busca de provas com relação ao ocorrido”, expôs o delegado regional Renato César Morari.

Após a primeira denúncia novos fatos surgiram

Segundo informações da Polícia Civil, o caso corre em segredo de Justiça. “Existe um inquérito formalizado, uma denúncia de um adolescente sobre um assédio supostamente cometido pelo padre. Ainda não há provas concretas, porém há indícios. Existe sim uma denúncia de um adolescente, que está sendo investigado de que houve um beijo na boca. Porém, isso de 2014, mas que só agora que o rapaz teve coragem de denunciar”, lembrou Morari.

Após a denúncia desta primeira suposta vítima, durante a investigação começou a surgir outros fatos. Na segunda-feira (18), outra acusação foi registrada na Delegacia Regional, com outro adolescente.  “Recebi informações que no computador do padre poderia ter alguma coisa e no Facebook algumas conversas entre ele e os meninos. Não posso dar mais informações sobre o caso, pois foi decretado pelo juiz total sigilo acerca das investigações”, concluiu o delegado Morari.

Fonte - Diario da Amazonia

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.