News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Sabado, 06 de Março de 2021

JESUÍNO DEFENDE CPI PARA INVESTIGAR COMPRA DE TERRENO

Boabaid afirmou que o terreno foi comprado pelo atual proprietário pela quantia de R$ 60 mil há cerca de um ano e já nos dias atuais está sendo vendido ao governo do Estado pelas incríveis cifras de R$ 4,1 milhões.
Quarta-Feira, 19 de Agosto de 2015 - 17:29

Em sessão realizada no Plenário da Assembleia Legislativa, o deputado Jesuíno Boabaid (PTdoB) destacou a provável criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a compra, segundo ele “um tanto quanto suspeita”, de um terreno para abrigar os atingidos pela enchente do rio Madeira.

Boabaid afirmou que o terreno foi comprado pelo atual proprietário pela quantia de R$ 60 mil há cerca de um ano e já nos dias atuais está sendo vendido ao governo do Estado pelas incríveis cifras de R$ 4,1 milhões.

Em contato com o secretário-chefe da Casa Civil, Emerson Castro, Boabaid foi informado que a super valorização do terreno se deu em conta de ser uma área muito boa, mas tais explicações não convenceram o deputado. “É muito estranho um terreno valorizar tanto em tão pouco tempo”, declarou.

O parlamentar também lembrou a Operação Lava Jato, usando-a como exemplo para possíveis investigados e presos por irregularidades que possam ser descobertas na compra ou venda do terreno.

“Se na Operação Lava Jato várias pessoas foram para a cadeia, imagina numa situação dessas?”, indagou. Jesuíno disse ser preciso criar uma CPI para que se possa investigar o caso a fundo e pediu apoio para a formalização e composição de tal comissão.

Evasão fiscal

O deputado Jesuíno Boabaid declarou que ingressará com ação no Judiciário para que seja feito o desarquivamento da CPI que investigava a evasão fiscal na Secretaria de Estado e Finanças (Sefin). Disse que não pode se calar, até porque era presidente da Comissão e não abrirá mão do direito de ir até o fim na investigação.

Regularização fundiária

Boabaid cobra que o governador Confúcio Moura assuma seus compromissos referentes à regularização fundiária. Afirmou, ainda, que utilizará a Procuradoria da Assembleia Legislativa e demais questões jurídicas para responsabilizar o Executivo, pois pessoas estão em iminência de perder suas casas.

Finalizou dizendo que utilizará todos os meios possíveis para que as promessas sejam cumpridas e a população tenha seus anseios atendidos.

Fonte - decom/ale-ro

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.