News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Segunda-Feira, 01 de Março de 2021

FORMADA A CPI PELA CASSA플O DO MANDATO DO PREFEITO DE VILHENA

A Sesso foi aberta com o presidente da Cmara de Vereadores, Junior Donadon (PMDB), relatando os fortes indcios de desvio de recursos e erros dentro da atual gesto do Executivo Municipal.
Terça-Feira, 18 de Agosto de 2015 - 17:39

Por Fabiana Cortez
da redação do NewsRondônia - Vilhena

Com a presença expressiva da população, inclusive com cartazes com dizeres contra a corrupção, a Câmara de Vereadores de Vilhena realizou na manhã desta terça-feira, 18, a Sessão que resultou na instauração da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar denúncias contra o prefeito José Rover (PP). O ato foi uma resposta à ação da Polícia Federal, que na ultima semana encaminhou e protocolou junto ao Legislativo Municipal documentos que indicam desvios de recursos dentro da Secretaria Municipal de Saúde, com o consentimento do gestor municipal.

A Sessão foi aberta com o presidente da Câmara de Vereadores, Junior Donadon (PMDB), relatando os fortes indícios de desvio de recursos e erros dentro da atual gestão do Executivo Municipal. O assunto se tornou pauta depois que a Polícia Federal encaminhou documentação, onde também estava o ofício 871/2015 com uma cópia de movimentação bancária de verbas da Secretaria Municipal de Saúde que deveriam ter sido aplicadas na construção do hospital infantil e maternidade, mas que foram transferidas para a conta geral da SEMUSA. A pasta foi destinada pelo próprio delegado federal, Flori Cordeiro de Miranda Junior, que fez questão de enfatizar que “pode conter, em tese, atividades que envolvam o sr. Prefeito Municipal em tipificações do decreto-lei nº 201/67”, ou seja, o desvio de finalidade que resulta em improbidade administrativa.

Entre os vereadores que utilizaram a tribuna estava a vereadora Professora Valdete, aplaudida por diversas vezes ao relatar sua indignação com o atual cenário político do país e, sobretudo, de Vilhena. “Enfim, a justiça começa a ser feita e os autores de atos desonestos começam a cair. O país precisa se despertar para o fim dessa vergonha. O povo não deve se atentar somente aos desvios de recurso federal, mas esse possível desvio na arrecadação de mais de R$2 milhões do dinheiro do IPMV – Instituto de Previdência Municipal de Vilhena (IPMV), dinheiro do servidor público, também precisa ser aprofundado. É preciso por um basta em tudo isso!”, ressaltou em alto tom. A vereadora fez a observação sobre o requerimento de nº 013/2015 em que o ex Secretário Municipal de Saúde, Vivaldo Carneiro, foi convocado a esclarecer a dívida dos exatos R$ 2.182.863,58, conforme resumo de guias de arrecadação vencidas, repassadas.

A Sessão foi concluída com a formação da CPI que nomeou três vereadores, sorteados por meio de papéis preenchidos: Camorzino Alves (SD), Vanderlei Graebin (SD) e Célio Batista (PP). A distribuição de funções foi realizada logo na sequencia, denominando Carmozino como presidente, Célio como relator e Vanderlei como membro. Diante do resultado do sorteio, o público virou as costas para os vereadores e vaiou.

Agora a Comissão terá um prazo de 90 dias para apurar as irregularidades apontadas e tomar as providências necessárias. Segundo Graebin, tudo será feito conforme determina a Lei. "Vamos iniciar os procedimentos necessários e acionar o apoio jurídico para analisar todas as denúncias em questão.

Não podemos afastar o prefeito por desejo público, pois tudo precisa ser avaliado, por meio de um trabalho imparcial e justo. Opinar, como fez a população é claro que é válido, até porque faz parte da democracia”, concluiu.

Fonte - NewsRondnia

Comentarios

News Poltica

News Polcia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.