News Rondônia Notícias de Rondônia, Brasil e o Mundo
Sabado, 28 de Novembro de 2020

UNIDADES HABITACIONAIS SÃO SORTEADAS PARA 9.738 PESSOAS

No total serão 9.738 candidatos para concorrer a casa própria, para 3.046 unidades oferecidas pela Prefeitura de Porto Velho e Governo,
Sexta-Feira, 31 de Julho de 2015 - 09:07

A Prefeitura de Porto Velho em parceria com Governo do Estado, sortearam nesta manhã, 30, diversas unidades habitacionais para as pessoas de menor renda. As unidades que foram sorteadas estão localizada, no setor leste da cidade, os empreendimentos são do Porto Madeiro I e II, Porto Bello I a IV e Orgulho do Madeira. Eles deverão atender às famílias que buscam por uma moradia, através do programa '’Minha Casa Minha Vida’'.

O Prefeito Mauro Nazif destacou que essa ação é para minimizar as demandas que hoje chega a 25 mil. Estamos incentivando as pessoas a terem a sua própria moradia. Juntos somos mais forte, enfatizou Nazif.

A secretária municipal de regularização fundiária e habitacional, Márcia Cristina Luna afirmou que essa é mais uma forma da Prefeitura de Porto Velho, fazer justiça social para combater a miséria que assombra algumas pessoas vítimas da pobreza em Porto Velho. “Esse programa, a ideia dele é contempla as pessoas com o maior número de critério”,disse a secretária.

“A entrega da documentação será feita a partir do dia 3 de Agosto aqui mesmo na EMATER, ficaremos acompanhando tudo de perto. Essa parceria da Prefeitura de Porto Velho, Governo do Estado e Governo Federal é um sonho de transformação para a nossa cidade”, declarou a Secretária Valdenise Domingos da Secretaria de Assistência Social do Estado de Rondônia.

No total serão 9.738 candidatos para concorrer a casa própria, para 3.046 unidades oferecidas pela Prefeitura de Porto Velho e Governo, mas terão mais 914 unidades reserva. O processo é feita em duas fases uma é o sorteio outra aonde a pessoa fica pré-selecionada, e outra é feita pelo banco, que fará a análise do cadastro para verificar se o candidato se poderá dar continuidade em seu sonho de adquirir a casa.

Ainda de acordo com Márcia, serão prioridades os idosos e os deficientes, que já estão reservados 3%, essa porcentagem é equivalente a 92 unidades habitacionais direcionadas a essas pessoas. Toda essa ação da Prefeitura e governo não para por aí, segundo a secretária, ele também esquematizaram o pós-mudança, que é inserir um projeto social para as famílias. Com a finalidade de orientar sobre o meio ambiente, esgoto, convivência, socialização entre outras divergências que poderão surgir com essa mudança.

Fonte - assessoria - pmpv

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.