News Rondônia Notícias de Rondônia, Brasil e o Mundo
Sexta-Feira, 04 de Dezembro de 2020

CRUELDADE: LIQUIDO QUENTE PROVOCA QUEIMADURAS GRAVES EM GATO

Leonice é conhecida no bairro por prestar cuidados a animais abandonados. “Eu fico muito nervosa com uma situação dessa. Vou levar o gato para o Dr. Luiz da Agrivet”, relatou emocionada a senhora.
Sabado, 25 de Julho de 2015 - 20:16

Por Renato Spagnol

VILHENA - Um ato de crueldade e maus tratos de animais ocorreu na manhã desta sexta-feira, 24 de julho, na periferia de Vilhena.

A moradora do bairro Moisés de Freitas, identificada como Leonice, procurou os estúdios do SBT/TV Allamanda para denunciar um ato de maus tratos a animais. De acordo com Leonice, um garoto de 9 anos, morador do bairro Cristo Rei, levou até sua casa um gato adulto com queimaduras graves pelo corpo. “Eu estava agora de manhã na minha casa, e um menino que mora no Cristo Rei trouxe um gato que jogaram água fervendo ou gordura quente”, disse à repórter a senhora Leonice.

Leonice é conhecida no bairro por prestar cuidados a animais abandonados. “Eu fico muito nervosa com uma situação dessa. Vou levar o gato para o Dr. Luiz da Agrivet”, relatou emocionada a senhora.

Ainda de acordo com a moradora, a criança não soube indicar quem teria jogado o líquido quente no gato e pede ajuda da população para tentar identificar o autor desta barbaridade. Denuncias poderão ser feitas à polícia.

Com base no artigo 32 da lei 9.605/98, o responsável por maus tratos contra animais está sujeito à detenção de três meses a um ano, e multa.

Os Maus Tratos contra Animais são hoje disciplinados pela Lei 9.605/98, em seu artigo 32, que assim dispõe:

"Art. 32. Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos:

Pena - detenção, de três meses a um ano, e multa.

§ 1º Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.

§ 2º A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal."

Fonte - VILHENANOTICIAS

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.