News Rondônia Notícias de Rondônia, Brasil e o Mundo
Sexta-Feira, 27 de Novembro de 2020

MULHER REVELA TER SIDO ESTUPRADA MAIS DE 300 VEZES PELO PRÓPRIO MARIDO ENQUANTO DORMIA

Sarah Tetley, de 26 anos, ficou chocada a descobrir, dois anos que seu marido, Charlie Tetley, a estuprava diariamente enquanto ela dormia. Ela fez a revelação durante o programa This Morning, exibido pela ITV, na manhã de quarta-feira (14).
Sabado, 18 de Julho de 2015 - 11:34
Sarah Tetley, de 26 anos, ficou chocada a descobrir, dois anos que seu marido, Charlie Tetley, a estuprava diariamente enquanto ela dormia. Ela fez a revelação durante o programa This Morning, exibido pela ITV, na manhã de quarta-feira (14).
 
 
“Eu acordei de manhã com uma certa sonolência e percebi que havia sido molestada durante o sono”, disse ela, quando suspeito que algo estava errado, em novembro de 2013. “Pensei, então, em fingir que dormia para descobrir o que estava acontecendo. Ele parou muito rapidamente, eu sai do quarto, desci as escadas e me sentei para assistir qualquer coisa na televisão”.
 
Quando surgiu a desconfiança, Sarah esperou Charlie ir ao trabalho, em Leicestershire, na Inglaterra, para ir até os vizinhos relatar a suspeita. Segundo ela, foram eles os responsáveis por encorajá-la a dizer tudo à polícia.
Para a surpresa dela, a investigação descobriu que todos os abusos eram gravados pelo companheiro. Ela chegou a vasculhar os arquivos secretos do computador de Charlie e denunciou à polícia, que encontrou 316 vídeos.
 
“Em vários não dava para me ouvir nem respirar e parecia que eu realmente não me movia. Parecia que eu estava morta em alguns”, explicou. “Muitos dos vídeos mostram ele usando objetos da casa e outras coisas que escolhia na hora. Foi um pouco perturbador”.
 
Quando questionada sobre o uso de calmantes ou remédios para dormir, ela disse que nunca suspeitou de nada. “De manhã, eu acordava com o braço um pouco dormente… Mas nada que me fizesse pensar que algo desagradável estivesse acontecendo”, disse ela, chocada.
 
Depois que Charlie Tentley foi condenado a 12 anos de prisão, pelas acusações de 26 casos de estupro e agressão, Sarah resolveu entrar na causa e apoiar a conscientização sobre abuso sexual. “Se você está sendo abusada de alguma forma, você deve contar a alguém, independente do tipo de abuso, mesmo que mental. E principalmente se a pessoa é dissimulada. Pode não parecer nada, mas se tratar de algo muito grave”, comentou.
Fonte - cenapop

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.