News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021

MAIS UM ACINTE DOS PLANOS DE SAÚDE CONTRA SEUS CLIENTES

Como estão fazendo agora, em várias regiões do Brasil e também aqui em Porto Velho.
Quarta-Feira, 15 de Julho de 2015 - 14:29

Jogado nas mãos de muitos dos poderosos planos de saúde, que cobram valores abusivos e dão uma contrapartida de serviços muito aquém do que reza o contrato, o pobre coitado cliente, que tem que pagar caro para não precisar usar os serviços tenebrosos da saúde pública, como sempre sai perdendo. Na hora da negociação, ao vender os planos, as empresas oferecem o céu e o paraíso. Prometem coberturas que sabem que não darão e fazem ofertas que nunca irão cumprir. O governo tenta controlar, mas na maioria das vezes o apoio é pífio. Resta então, ao coitado que caiu no conto do plano de saúde excelente, recorrer à Justiça, onde geralmente ganha as causas. E daí? Daí que as poderosas empresas encontraram um jeito, mais uma vez, de driblar qualquer ação que considerem como prejuízo.

Como funciona a malandragem? Simples. Quando surge uma nova técnica cirúrgica, principalmente nas áreas de neurologia, cardiologia, ortopedia e outros casos complexos, os planos de saúde a rejeita, sob alegação que está muito acima dos custos cobertos. O cliente, é claro, recorre primeiro à Agência Nacional de Saúde (ANS), que controla os planos e, como muitas vezes nada consegue, vai para a Justiça. Daí as poderosas empresas punem a quem? Aos médicos especialistas, descredenciando-os. Ou seja, tiram do paciente o direto de escolha do médico e da técnica mais avançada, numa manobra imoral, até agora não questionada pelo governo. Os planos de saúde partem do princípio que são os médicos que orientam os doentes a irem ao Judiciário e os descredenciam. Quando o doente volta, com a decisão judicial favorável, não tem mais o profissional ao seu dispor. Uma vergonha e mais um acinte contra o pobre consumidor brasileiro.

POBRE CONSUMIDOR!

Aqui mesmo em Rondônia, já há vários profissionais que foram descredenciados, depois que seus pacientes recorrem à Justiça, cansados de serem enrolados. Há filas de espera para cirurgias por métodos avançados, cujos pacientes estão hpá longe tempo esperando, porque só ouvem negativas dos planos. Os profissionais que estudam, procuram novos caminhos, novas técnicas cirúrgicas, novos equipamentos e medicamentos, são tratados como se estivessem cometendo um crime. Os planos de saúde continuam fazendo o que querem, contra seus associados. Mais uma vergonhosa sacanagem que o pobre consumidor tem que suportar!

JAQUELINE VEM AÍ

Surpresa positiva na última disputa pelo Governo, quando atuou com desenvoltura e teve destaque em todos os debates, Jaqueline Cassol anunciou esta semana troca de partido. Deixa o PR, onde era um dos principais nomes e ingressa no PP, do seu irmão, o ex governador e senador Ivo Cassol. Ela está se preparando para entrar na briga em 2016 e seu nome tem sido citado inúmeras vezes como um dos que estão na urna eletrônica para concorrer à Prefeitura de Porto Velho. Jaqueline, que é muito ligada ao irmão Ivo e sua aliada, não pode ser subestimada. Tem boa conversa, conhece o Estado e a Capital profundamente e tem um eleitorado cativo.

A CÂMARA NÃO TOPOU

A maioria dos vereadores da Capital derrotou a ideia do prefeito Mauro Nazif de chamar uma empresa de ônibus em concorrência emergencial, para assumir os serviços de transporte coletivo. O caso se complica cada vez mais. Um dos questionamentos é sobre a absorção da mão de obra dos atuais motoristas e cobradores por uma empresa que está chegando. Outro, é como uma empresa vai investir em cerca de 200 ônibus, correndo o risco de daqui a seis meses perder a futura concorrência definitiva. E ainda: porque retirar as empresas atuais, que estão há tantos anos no mercado e, ainda mais, há cinco anos sem reajuste das tarifas? O caso ainda vai longe...

DEDO NA FERIDA

A mudança de comando na Polícia Militar do Estado ainda não foi e provavelmente não o será explicada devidamente, ao menos de forma oficial. Há muitos comentários envolvendo a saída do competente Coronel Fernando Pretz, que estava dando uma sacudida na PM, substituído agora pelo coronel Nilton Kissner. O novo subcomandante será o Coronel Ênedy Dias. Pretzel encontrou muitas resistências nas reformas que tentou implantar, principalmente ao tocar o dedo na ferida: queria o retorno imediato de PMs que servem a gabinetes de deputados e aos demais poderes.

VIDA EM PRETO E BRANCO

Quando se diz que o discurso é lindo, mas que a vida real é triste e em preto e branco, nas questões da saúde pública, há quem considere as críticas um exagero. Mas não dá para suportar tanto desrespeito para com a população! Um exemplo, entre milhares no país e centenas no Estado, está acontecendo em Ji-Paraná. Há meio ano, o INSS na cidade não tem médico perigo. Ou seja, doente que precisar de uma avaliação ou quem queira se aposentar, tem que se queixar ao Bispo, porque não há atendimento. Uma vergonha. A chefe do posto mandou que os insatisfeitos procurem a Justiça.

PERGUNTINHA

Você sabia que já há mais de 150 dragas e balsas jogando mercúrio no rio Madeira, inclusive perto do centro da Capital, com a volta do garimpo de ouro, mesmo proibido por lei?

Fonte - Sergio Pires

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.