News Rondônia Notícias de Rondônia, Brasil e o Mundo
Sexta-Feira, 27 de Novembro de 2020

SEM DINHEIRO, BYE BYE OBRAS PROMETIDAS PARA RONDÔNIA!

Quando Porto Velho terá um estádio à altura da sua grandeza não só para espetáculos de futebol, mas também para a prática de outras disputas esportivas?
Terça-Feira, 14 de Julho de 2015 - 08:18

Não foi só a balsa que faz a travessia do rio em Abunã que atingiu em cheio as obras da ponte, que começa a ser construída na ligação com o Acre. O principal baque, esse sim com poder de derrubar tudo, foi o contingenciamento de recursos feito pelo governo Dilma. Não estão sendo pagas as obras em andamento (por absoluta falta de dinheiro) e muito menos para as projetadas. Mesmo com todas as promessas e discursos, a realidade é que a volta da construção dos viadutos pode não acontecer tão cedo. A ligação da BR 364, na altura das Irmãs Marcelinas com o Porto (o famoso Anel Viário de Porto Velho), foi pro beleléu. Também o foi aquele plano irrealizável de duplicar a BR 364, embora se diga que haverá recursos na Lei de Diretrizes e Bases (LDO) de 2016. Tudo papo furado. E a ponte internacional em Guajará Mirim, nos ligando à Bolívia? Bye, Bye! Iluminação da ponte sobre o rio Madeira? Só se for com dinheiro do Estado, da Prefeitura da Capital ou da iniciativa privada. Porque se dependermos do dinheiro do Dnit, a ponte continuará na mais absoluta escuridão por longo tempo.

Será que o dinheiro para as famosas e nunca realizadas obras de esgoto sanitário e abastecimento de água em Porto Velho vai mesmo ser liberado ou retornará aos cofres da União, tão combalidos? Os mais otimistas acham que tal serviço só ficará pronto em 10 ano e os pessimistas juram que o sistema nunca sairá do papel. Em qual dos dois grupos você, leitor, se coloca? Pra não ficar em cima do muro, a coluna se posiciona: água e 100% de esgoto para Porto Velho, talvez só depois de 2030, ou seja, daqui uns 15 anos. Rondônia corre o risco de ficar fora do mapa do governo Dilma Rousseff, em termos de investimentos. Vamos ficar mais um longo período apenas ouvindo discursos. Mas obras que é bom...nada!

ISSO SIM É BOA NOTÍCIA!

Num momento de crise, mais uma vez Rondônia dá exemplo ao país: vai pagar os salários de julho até o dia 25, injetando mais de 211 milhões na economia do Estado e mais cerca de 80 milhões relativos à primeira parcela do 13º salário, que estará nos bancos até dia 1º de agosto. O governador Confúcio Moura também confirmou um calendário de pagamentos até o final de dezembro, com pagamentos sempre no dia 25 (se a data cair num final de semana, a grana será antecipada). Isso dá uma grande segurança ao funcionalismo e acaba com a onda de boatos de que o Estado poderia não cumprir seus compromissos com seus servidores. Grande notícia!

IMPUNIDADE A MIL

Outro final de semana sangrento em Porto Velho. Cinco assassinatos. Entre as vítimas, um policial; explosões de dinamite em caixas eletrônicos; vítimas fatais no trânsito. O que anda acontecendo com esta cidade e tantas outras por Rondônia e pelo Brasil afora? Simples. IMPUNIDADE. Isso mesmo. Assassinos cruéis são abraçados pelas leis, tanto dentro como fora dos presídios. Motoristas bêbados só vão para a cadeia no mundo virtual e em países sérios, não no nosso. Menores de idade continuam praticando todas as bestialidade possíveis, mas nada lhes acontece. Sem respostas duras da sociedade, jamais pararemos tanta violência que assola a todos nós...

EXPOJIPA É EXEMPLO

A Expo Jipa mostrou de novo toda a sua força. Há muitos anos tem sido a maios importante exposição agropecuária do Estado, tanto em volume de negócios como na presença do público. Ela chegou a ser superada, em algumas edições, pela Expovel, em meados do ano 2.000, mas como a feira da Capital foi pro espaço, Ji-Paraná passou a comandar de novo a maior exposição do agronegócio rondoniense. Tem gente, tem shows, tem espetáculo, boas vendas e participação maciça da população. Em outras cidades, como Ariquemes e Rolim de Moura, entre outras, as feiras também crescem...

MAURÃO PROTESTA

“Não dá para aceitar que 90% da energia gerada em Rondônia é levada para outros Estados e a população continue sendo penalizada, pagando uma tarifa elevada e agora com a chamada bandeira vermelha, que aumenta o valor da conta em 45%”. O protesto é do presidente da Assembleia, deputado Maurão de Carvalho, que continua inconformado com o que está acontecendo com as tarifas de energia no Estado. Maurão, aliás, foi otimista. Em alguns casos, as contas chegaram a atingir até 70% de reajuste em poucos meses.

CRIMINOSOS A SOLTA

Os crimes nas redes sociais continuam a todo o vapor. Além de ofensas grosseiras e doentias contra a Presidente da República, que merece oposição, mas também tem que ser respeitada, os boateiros de plantão, vagabundos ignorantes, lançam boatos doentios, imediatamente replicados por quem acredita nessas baboseiras. Uma delas é de que a ponte sobre o rio Madeira estaria rachando, Um absurdo completo. Na semana passada, foi a vez do boato de que a hidrelétrica de Jirau poderia romper. O inacreditável é que não há investigação e ninguém vai preso por cometer esses crimes cibernéticos. Só no Brasil mesmo!

PERGUNTINHA

Quando Porto Velho terá um estádio à altura da sua grandeza não só para espetáculos de futebol, mas também para a prática de outras disputas esportivas?

Fonte - sérgio pires - opinião de primeira

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.