News Rondônia Notícias de Rondônia, Brasil e o Mundo
Sexta-Feira, 27 de Novembro de 2020

EPIDEMIA DE EBOLA AINDA NÃO ACABOU, ALERTA OMS

A OMS destacou que a epidemia de ebola permanece em curso e que melhorias nos métodos de trabalho estão sendo incorporadas à medida em que são desenvolvidas.
Quarta-Feira, 08 de Julho de 2015 - 16:45

Ao todo, 1,1 mil técnicos especialistas da OMS trabalham atualmente nos três países mais atingidos pelo Ebola em Serra Leoa, na Libéria e  GuinéAhmed Jallanzo/EPA/Agência Lusa/ Direitos Reservados

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou que, apesar dos avanços obtidos nos últimos meses, a epidemia de ebola ainda não acabou. Segundo a entidade, novos casos da doença continuam sendo identificados, com destaque para registros recentes na Libéria. O último balanço aponta que 20 novos casos foram confirmados na última semana de junho. A atual incidência do ebola varia de 20 a 27 novos casos por semana.

“No último ano, fizemos progresso ao estabelecer sistemas e ferramentas que nos permitem responder de forma rápida e efetiva. Graças a diligência e dedicação de milhares de cientistas, pesquisadores, voluntários e fabricantes, estamos numa situação melhor do que a que enfrentamos um ano atrás”, informou.

A OMS destacou que a epidemia de ebola permanece em curso e que melhorias nos métodos de trabalho estão sendo incorporadas à medida em que são desenvolvidas. “Mas precisaremos ainda de muitos outros meses de trabalho árduo para alcançarmos o fim da epidemia e para impedir que a doença se espalhe por outros países.”

De acordo com a entidade, já existem quatro kits de diagnóstico rápido para o ebola, capazes de detectar a doença em poucas horas, além de 23 laboratórios habilitados para a testagem do vírus. A organização acredita que, em alguns meses, uma vacina segura contra o ebola estará disponível.

Ao todo, 1,1 mil técnicos especialistas da OMS trabalham atualmente nos três países mais atingidos pela doença – Serra Leoa, Libéria e Guiné. A epidemia foi formalmente reconhecida pela entidade em março do ano passado. Ao todo, 27.443 casos foram registrados até junho deste ano, além de 11.220 mortes provocadas pela doença.

Fonte - ebc

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.