News Rondônia Notícias de Rondônia, Brasil e o Mundo
Quarta-Feira, 25 de Novembro de 2020

AGEVISA CONVOCA MUNICÍPIOS DE RONDÔNIA A PREVENIR CASOS DE HANSENÍASE

Começa hoje (7) a campanha da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) com o objetivo de intensificar a divulgação dos sinais e sintomas da hanseníase.“
Terça-Feira, 07 de Julho de 2015 - 15:4

Começa hoje (7) a campanha da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) com o objetivo de intensificar a divulgação dos sinais e sintomas da hanseníase. “A população será novamente auxiliada na busca por diagnóstico precoce, entretanto, ações de controle da doença devem ser desenvolvidos durante o ano inteiro”, alertou em Porto Velho a coordenadora do Programa Estadual de Controle da Hanseníase, Marlene Salete dos Santo.

“É de fundamental importância que todos os profissionais de saúde fiquem atentos  e oportunizem  o exame  dermatoneurológico do usuário do SUS [Sistema Único de Saúde], mesmo quando esse  comparece à Unidade de saúde na busca de outros serviços”, alertou a coordenadora.

Nesta data, o Governo de Rondônia promove o Dia Estadual de Mobilização para o Tratamento de Hanseníase, instituído por lei estadual. A data de 7 de julho lembra o nascimento da enfermeira Wally Hirschmann, já falecida.

Marlene dos Santos conclamou aos municípios para que desenvolvam atividades educativas nos meios de comunicação. Apesar se todos os cuidados e dos esforços federal e estadual, estima-se que 30% dos pacientes acometidos por hanseníase, mesmo depois do tratamento com poliquimioterapia (PQT), estão sujeitos a fenômenos imunológicos agudos chamados episódios reacionais ou reação hansênica.

“A transmissão da doença ocorre através do contato direto e prolongado com o doente sem tratamento, pois estes eliminam os bacilos pela fala, tosse e espirro. No caso dos doentes que iniciam o tratamento com PQT, não há risco de transmissão para outras pessoas”, ela explica.

A campanha traz a Rondônia palestrantes do Distrito Federal, da Universidade Federal do Rio de Janeiro e do Instituto Lauro de Souza Lima [Bauru-SP].

Hanseníase tem cura e o tratamento é feito nas unidades de saúde, dirá a Agevisa nessa campanha, reforçando que a cura “é mais fácil e rápida quanto mais precoce for o diagnóstico”.

O indivíduo que sentir formigamento, fisgadas ou dormência nas extremidades, manchas brancas ou avermelhadas, geralmente com alteração da sensibilidade ao calor, frio, dor e tato, deve procurar a unidade básica de saúde mais próxima de sua residência.

Os palestrantes falarão amanhã (8) e depois (9) para servidores da saúde pública e demais interessados nos municípios de Cacoal e Ji-Paraná.

Fonte - decom/gov-ro
Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.