News Rondônia Notícias de Rondônia, Brasil e o Mundo
Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020

FOI DADA A LARGADA PARA A III CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR

Este tema é interssetorial porque passa por todos os âmbitos. Uma hora atua na Educação, outra na Saúde, na Assistência Social, Meio Ambiente, Agricultura, entre outros”, explica.
Quinta-Feira, 02 de Julho de 2015 - 13:22

Dezenas de pessoas prestigiaram a abertura da III Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Porto Velho, nesta quarta-feira, 01 de julho, no Teatro Banzeiros. Na solenidade de abertura estiveram presentes representantes do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social (MDS), de secretarias de Assistências Social de todo o Estado, Sociedade Civil Organizada e o secretário municipal de Agricultura, Leonel Bertolin, representando o Prefeito Mauro Nazif.

O evento que busca discutir, propor e efetivar políticas voltadas à garantia de alimentação adequada para a sociedade, é uma realização da Prefeitura através das Secretarias Municipais de Assistência Social (Semas), de Saúde (Semusa) e do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (Comsean).  Cleusa Firmino Medeiros, presidente do Comsean, conta que desde 2007 existe um trabalho de mobilização da sociedade portovelhense quanto ao tema. E que a proposta da Conferencia é efetivar a lei que visa a garantia de qualidade e quantidade suficiente de alimentação a cada munícipe. “Tivemos avanço quanto ao reconhecimento do direito humano à alimentação adequada. Este tema é interssetorial porque passa por todos os âmbitos. Uma hora atua na Educação, outra na Saúde, na Assistência Social, Meio Ambiente, Agricultura, entre outros”, explica.

O Secretário da Semas conta que ao fim da Conferência Municipal haverá a escolha de delegados que deverão participar da Conferência Estadual, contribuindo assim para a implementação da Política e do Plano Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional.  “Vamos trabalhar a questão da alimentação, para que chegue aos povos que não a recebem adequadamente, como é o caso de algumas comunidades tradicionais, povos indígenas e quilombolas. Após a conferência teremos uma documentação quer será base para levar as questões relativas ao município a nível estadual e depois a nacional.

Nesta quinta-feira (2) segue uma série de atividades da Conferência, nos turnos da manhã e tarde. Os conferencistas participarão de grupos de trabalho, discussões, painéis temáticos, oficinas, e principalmente, proposições de ações socioeducativas e culturais voltados para a Segurança Alimentar e Nutricional.

Fonte - comunicação pmpv

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.