News Rondônia Notícias de Rondônia, Brasil e o Mundo
Sabado, 28 de Novembro de 2020

CAMPANHA DE VACINA플O CONTRA A GRIPE ULTRAPASSA META DE 80%

Alm do pblico-alvo da campanha, receberam a vacina outras 559 mil pessoas.
Terça-Feira, 30 de Junho de 2015 - 09:02

Foram vacinadas 41,9 milhões de pessoas em todo o país, segundo balanço do Ministério da Saúde divulgado nesta segunda-feira (29). O quantitativo representa 84,3% do público-alvo, formado por 49,7 milhões de pessoas consideradas com mais riscos de desenvolver complicações causadas pela doença. A campanha nacional foi iniciada no dia 4 de maio em todo o país e prorrogada pelo Ministério da Saúde no dia 5 de junho.

Mais de 60% dos estados brasileiros atingiram a meta, até o momento. Ao todo, 16 estados e o Distrito Federal já vacinaram mais de 80% do público-alvo. No Amapá foram 91,5%; Espírito Santo (90,2%); Goiás (89,5%); Paraná (89,2%); Santa Catarina (89%); Distrito Federal (88,3%); Minas Gerais (87%); Rondônia (86,4%); Maranhão (86,1%); Pará (85,8%); Amazonas (85,8%); Tocantins (85,4%); Alagoas (85,1%); Rio Grande do Sul (84%); Paraíba (83,4%); Rio de Janeiro (81,9%); Mato Grosso do Sul (80,8%).

A coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, Carla Domingues, se diz satisfeita com o trabalho realizado para atingir a meta.

— O Brasil está entre os países que mais ofertam vacinas gratuitamente. Nesta campanha, mais uma vez, cumprimos o papel de proteger a população.

Além do público-alvo da campanha, receberam a vacina outras 559 mil pessoas. Após o encerramento da campanha nacional, no dia 5 de junho, o Ministério da Saúde recomendou aos estados que não atingiram a meta, a continuidade da vacinação.

Para a campanha deste ano, o Ministério da Saúde adquiriu 54 milhões de doses. A definição dos grupos prioritários segue a recomendação da OMS (Organização Mundial de Saúde), além de ser respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias. Os grupos prioritários para receber a vacina são idosos, gestantes, puérperas (mulheres que tiveram filho há 45 dias), crianças de seis meses a menores de cinco anos, trabalhadores da área de saúde, indígenas, presos e trabalhadores do sistema prisional.

A transmissão dos vírus Influenza ocorre por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. A doença também pode ser transmitida pelas mãos e por objetos contaminados.

Os sintomas da gripe incluem febre, tosse ou dor na garganta, além de dor de cabeça, dor muscular e nas articulações. O agravamento pode ser identificado por sintomas como falta de ar, febre por mais de três dias, piora de sintomas gastrointestinais, dor muscular intensa e prostração.

Como o organismo leva, em média, de duas a três semanas para criar os anticorpos que geram proteção contra a gripe após a vacinação, o ideal é realizar a imunização antes do início do inverno. O período de maior circulação da gripe vai do final de maio até agosto.

Fonte - r7

Comentarios

News Poltica

News Polcia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.