AÇÃO INTEGRADA RETIRA MAIS DE TRÊS TONELADAS DE DROGAS DE CIRCULAÇÃO EM RO EM SEIS MESES

Ação Integrada retira mais de três toneladas de drogas de circulação em Rondônia em seis meses
Quinta-Feira, 25 de Junho de 2015 - 11:25

Uma ação integrada entre as Polícias Civil, Rodoviária Federal e Militar conseguiu efetuar, no primeiro semestre de 2015, pelo menos 146 prisões e a apreensão de mais de 3 mil quilos de drogas.  De acordo com a  Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), as 39 operações especiais desencadeadas em Porto Velho e no interior do Estado tiveram como foco tirar de circulação homicidas, traficantes, quadrilhas de assaltantes, menores em conflito com a lei, estelionatários e estupradores.

Oito operações foram realizadas no mês de fevereiro, abrangendo Porto Velho, Vilhena, São Francisco do Guaporé, Ariquemes, Alto Paraíso e Cujubim. Nesse período, 18 pessoas foram presas, sete mandados de prisão foram deferidos, nove menores foram apreendidos e centenas de produtos, armamentos frutos de crimes e 1.430 quilos de drogas foram retirados de circulação.

No terceiro mês do ano, a Polícia Civil efetuou 30 prisões e apreendeu 203 quilos de drogas, em sete operações policiais, entre elas a Operação Caçapa, que contou com o apoio de 15 policiais das delegacias de Ouro Preto do Oeste, Ji-Paraná e Presidente Médici, além dos policiais de Mirante da Serra, onde foram aprendidos cigarros contrabandeados e uma quantidade significativa de cocaína.

Ainda no mês de março, uma ação conjunta das Polícias Civil e Militar de São Francisco do Guaporé prendeu um dos assaltantes de bancos e Correios e homicida mais procurado do Brasil. Também foi realizada, em Costa Marques e São Francisco do Guaporé, a “Operação Sodoma e Gomorra”, seguida da Operação Perfídia, em Buritis e Ariquemes. Já a Operação Captura 5, que  aconteceu em  Porto Velho e no município de  São Francisco do Guaporé capturou 13 pessoas acusadas de diversos crimes, como roubos, furtos, tráfico de drogas, violência doméstica e outros.  O mês foi fechado em Costa Marques com  a operação “ Kurupi”, resultando em seis pessoas presas e a recuperação de um veículo roubado.

OPERAÇÕES

No mês de abril, a Polícia Civil realizou cinco operações, das quais uma fechou três casas de jogos clandestinas em Porto Velho. Ainda na Capital, dois supostos envolvidos em sequestros relâmpagos foram presos por agentes do 1º DP. No município de Ji-Paraná, outra operação prendeu suposta quadrilha que furtava escolas e que ateou fogo na Escola JK. Quatro adultos foram presos e quatro menores detidos. Já em Mirante da Serra, policiais deflagraram operação aprisionando um homem com várias armas de fogo e munições.

Pelo menos 14 operações policiais foram realizadas no mês de maio  (Cerco, Mamon, Ardina, Rota 11, Detalhe, Varredura, Lampejo, entre outras), resultando em 37 pessoas presas, 17 menores apreendidos, através da Delegacia Especializada em Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA); e ainda foram  recuperados  dois caminhões e um veículo Strada.

Através do 4º DP,  foi preso um estuprador em série. A Polícia Civil, através do 1º DP, esclareceu furtos ocorridos na Escola Estadual Dr. Osvaldo Piana e agentes do  Denarc prenderam uma quadrilha envolvida com tráfico de drogas; e recuperaram motocicletas roubadas.

No início de junho, uma ação integrada da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Civil e Polícia Militar resultou na apreensão de 754 quilos de maconha, no município de Campus de Júlio/MT, nas intermediações do quilômetro 1175 da BR 364; e duas pessoas foram presas.

No mesmo período, foi desencadeada pelo Ministério Público e a Polícia Civil de Ariquemes a Operação Ilegitimitate, que objetiva desvendar crimes contra a Administração Pública na prefeitura de Monte Negro. Durante as diligências foram investigados crimes no âmbito da administração, com fortes indícios da prática de falsidades documentais, supressão de documentos públicos, usurpação de função pública, fraude à licitação e peculato. Participaram da operação 42 policiais civis, duas promotoras e um agente de diligência, em 13 viaturas.

No último dia 17, a Polícia Civil deflagrou a Operação Varredura III, em Porto Velho, visando combater o tráfico de drogas. O saldo da operação, que mobilizou 56 policiais, entre delegados, agentes e escrivães, foi positivo, pois foram cumpridos 28 mandados de busca e apreensão, os quais renderam dois flagrantes, sendo um por posse de arma de fogo e outro por furto; um Termo Circunstanciado (TC), além do cumprimento de um mandado de prisão.

No último fim de semana, foi deflagrada a Operação Ostentação, em Ji-Paraná, que resultou na desarticulação de uma das maiores organizações criminosas especializadas em narcotráfico daquela região. Participaram as Polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal.

A operação iniciou há seis meses  e foram realizadas 16 prisões em flagrante delito, com apreensão de 12 quilos de cocaína em Ariquemes, 753 quilos de maconha em Comodoro (MT), entre outras que totalizaram 27 quilos de cocaína e 765 quilos de maconha.

Foram realizadas ao total 50 prisões no decorrer da operação, sendo 47 temporárias e três preventivas, além de 33 mandados de buscas deferidos pelo Judiciário e cumpridos pela polícia.

Também foram apreendidos 34 veículos, sendo 19 motocicletas, três armas de fogo e duas prensas para refinar droga.

CONTINUIDADE

De acordo com o secretário de Segurança, Antônio Carlos dos Reis, até o final do ano operações semelhantes serão deflagradas em todo o Estado.

Segundo ele, trata-se de um planejamento de ações para os próximos quatro anos de mandato do governador Confúcio Moura em que foram traçadas medidas e ações policiais voltadas, principalmente, ao combate ao tráfico de drogas em um trabalho de integração.

“As drogas são maléficas à sociedade. Elas são fomentadoras de outros crimes, como roubo, furto e homicídios. Se combatermos o tráfico de drogas iremos inibir muitos outros delitos”, afirmou.

Fonte - DECOM

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.