News Rondônia Notícias de Rondônia, Brasil e o Mundo
Segunda-Feira, 23 de Novembro de 2020

PM QUE ATIROU EM MENOR É PRESO

Segundo secretário da Segurança Pública, o policial cometeu séria irregularidade
Quinta-Feira, 25 de Junho de 2015 - 10:56

O Policial Militar (PM) que atirou em dois menores, suspeitos de roubar uma moto na zona sul de São Paulo, foi afastado das atividades operacionais e preso nesta quarta-feira, enquanto a Corregedoria apura o caso. O secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, afirmou que o Policial Militar cometeu uma “séria irregularidade”. Os adolescentes já estavam caídos quando o policial disparou após uma longa perseguição registrada ao vivo pelo programa "Brasil Urgente", apresentado por José Luiz Datena.

 Os menores permanecem internados na zona sul de São Paulo. Danilo Pereira Alves, 17 anos, está estável no Pronto Socorro Campo Limpo e Guilherme Mendes, 15 anos, está estável na enfermaria e respira sem ajuda de aparelhos.

Testemunhas viram o momento em que os dois adolescentes roubaram uma moto branca com baú preto por volta das 18h de terça-feira na Avenida João Dias, em Santo Amaro, então a polícia foi acionada. Quando os criminosos foram localizados, a perseguição começou.

Os menores seguiram em direção ao bairro Jardim São Luís pela na Avenida Maria Coelho Aguiar, onde, segundo a polícia, um deles efetuou um disparo na direção das equipes da Rocam (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicleta).

Após o possível primeiro disparo, eles continuaram a fuga até a Rua Gastão Raul de Forton Bousquet, no Jardim Ipê, onde o menor que estava na garupa jogou o capacete na direção do policial.

Já na Rua Olímpio Rodrigues de Araújo, no Jardim Macedônia, um policial da Rocam conseguiu parar a dupla, após atirar. Depois que os criminosos já estavam imobilizados no chão, o agente ainda efetuou ao menos mais quatro disparos e desceu da moto.

Ele se aproximou dos bandidos e aparentemente pegou a arma que estava com um dos assaltantes. Em seguida, mais dois disparos foram efetuados em direção ao chão.

O caso foi registrado no 47º Distrito Policial como Roubo, Resistência, Lesão Corporal - decorrente de intervenção policial e será investigado pela Corregedoria da Polícia Militar de São Paulo, por existir a suspeita de excessos por parte do agente da Rocam.

Fonte - R7
Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.