BOABAID ACUSA GOVERNO DE N肙 CUMPRIR PROMESSAS A POLICIAIS

Parlamentar denuncia abusos na escala de servi鏾 e alerta para a viol阯cia na Zona Leste da capital
Sexta-Feira, 19 de Junho de 2015 - 10:11

O deputado Jesuíno Boabaid (PTdoB) tratou sobre a questão da segurança pública durante sessão ordinária na Assembleia Legislativa. Ele disse que o clamor da sociedade hoje é a segurança pública e que a violência constante só aumenta.  “Não vemos as autoridades competentes agirem de forma célere para conter o crescimento do índice alarmante”, destacou.

Jesuíno relatou que participou da assembleia geral da Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia (Assfapom) e ouviu os pedidos da categoria. Disse que existe um grande descontentamento quanto às escalas de serviço, consideradas abusivas.

Segundo o deputado os policiais afirmaram que essa realidade precisa mudar e que se faz necessária a regulamentação das escalas, sendo essa uma das promessas do atual governo.

Além disso, o parlamentar garantiu lutar pela lei de promoções 100% por antiguidade, que também foi promessa do atual governador em época de campanha eleitoral. 

Jesuíno afirmou que a categoria não pede aumento de salário e sim o cumprimento de promessas e acordos com o Poder Executivo.  “Eles querem que sejam colocadas em prática a promoção dos militares e a extinção do serviço voluntário”, acrescentou.

O parlamentar tratou, ainda, do pedido para instalação de sistema de vigilância na praça localizada à avenida Mamoré, Zona Leste de Porto Velho, onde já houve três homicídios.

Segundo ele, o secretário da Sejus alegou falta de orçamento para a compra de equipamentos. Por conta disso, Jesuíno Boabaid declarou que, se o problema for recurso, ele pode destinar as emendas individuas para ajudar nesta ação e melhorar a segurança pública.

Em aparte, o deputado Luizinho Goebel (PV) acusou de “covarde” as ações do comandante geral da Polícia Militar, coronel Prettz, “que atuou de forma sorrateira ao encaminhar para Casa de Leis projeto que continha detalhes que não beneficiavam a corporação”.

Luizinho disse, ainda, que o coronel Prettz teria induzido o governador a nomear o secretário de Segurança Institucional da Assembleia Legislativa sem o conhecimento da presidência.

O deputado Jesuíno pediu ao Poder Legislativo que olhe com carinho para a corporação, pois essa categoria defende os interesses da sociedade e isso é valorizar o profissional da segurança. O parlamentar também pediu atenção do coronel Prettz para as reivindicações e uma fiscalização sobre ações, especialmente, no interior, em relação às escalas.

Fonte - ALE/RO - DECOM

Comentários

News Pol韈ia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.