PREFEITURA ELABORA PROJETOS PARA FOMENTAR DESENVOLVIMENTO SUSTENT罺EL DE PORTO VELHO

Aprovados pela C鈓ara e sancionados pelo prefeito Mauro Nazif, os projetos se tornar鉶 pol韙ica p鷅lica a ser obedecida por qualquer prefeito.
Quarta-Feira, 17 de Junho de 2015 - 14:18

Três importantes projetos de lei voltados às questões ambientais, de autoria do poder executivo municipal, deverão ser encaminhados até o final deste mês (junho) à Câmara de Porto Velho. Um deles visa criar a política pública de Mudanças Climáticas, Serviços Ambientais e Biodiversidade; o segundo trata sobre Desenvolvimento Sustentável de Povos e Comunidades Tradicionais, e o terceiro propõe a criação da política de Educação Ambiental.

O secretário municipal de meio ambiente, Edjales Benício de Brito, informa que as propostas já foram amplamente debatidas com a sociedade, inclusive durante a 3ª Semana Nós Ambiente (Sena), que aconteceu semana passada no auditório da Faculdade São Lucas. “Estamos trabalhando os últimos ajustes nas propostas com o apoio da Procuradoria Geral do Município (PGM) para que sejam enviadas aos vereadores”, explicou.

Somente com a aprovação da política pública sobre Mudanças Climáticas, Serviços Ambientais e Biodiversidade, Brito afirma que Porto Velho poderá atrair R$ 14 milhões com a venda de créditos de carbono. “Esses recursos possibilitarão ao Município implementar as outras políticas, promovendo o desenvolvimento sustentável de Povos e Comunidades Tradicionais, além de fortalecer a educação ambiental, dentre muitas outras ações”, disse.

No caso dos Povos e Comunidades Tradicionais, o secretário explica que a prefeitura terá condições de investir mais na agricultura, em projetos de monitoramento e planos de desenvolvimento sustentável que envolvam o trabalho de outras secretarias para o setor. Dessa forma, os produtores poderão extrair mais riqueza da terra e melhorar a qualidade de vida sem precisar agredir a natureza.

Educação ambiental

Com relação ao projeto que trata sobre Educação Ambiental, o secretário explica que a ideia também é fortalecer o trabalho. Segundo ele, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) atua diretamente na rede escolar, buscando educar e conscientizar a comunidade estudantil. Já a Sema tem como foco os catadores de produtos recicláveis. Nesse contexto também entra o plano da coleta seletiva, outro ponto importante de discussão durante a 3ª Sena.

Aprovados pela Câmara e sancionados pelo prefeito Mauro Nazif, os projetos se tornarão política pública a ser obedecida por qualquer prefeito. “Porto Velho só tem a ganhar com a redução do desmatamento e da emissão de gases poluentes. Vai atrair novos investimentos e fomentar o desenvolvimento sustentável”, completou.

 

Por Augusto José | Fotos: Medeiros

Fonte - comunica玢o pmpv

Comentários

News Pol韈ia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.