DEZ POR CENTO DO EFETIVO DA PM FORA DAS RUAS

Esse nmero representa praticamente 10 por cento de todo o efetivo da eficiente e esforada PM, que mesmo com todas as dificuldades, tem feito grande esforo para bem cumprir seu trabalho.
Domingo, 14 de Junho de 2015 - 11:41

Há inúmeras explicações para a falta de efetivo da Polícia Militar em Rondônia. Uma delas é que o número de policiais hoje, é a metade do que tínhamos no início dos anos 90, há cerca de 25 anos atrás. Outra: a Lei de Responsabilidade Fiscal. O governo não tem como contratar sem ultrapassar os limites dela com os salários dos servidores. Não fosse a LRF, certamente estaríamos hoje gastando 150 por cento da arrecadação com pagamento do funcionalismo. Parece exagero? Quem conhece o Brasil e seus políticos sabe muito bem do que se está falando!  Mas a administração tem que procurar alternativas, diminuindo, por exemplo, os milhares de cargos comissionados, para que sobrem mais recursos para a segurança pública. Mas há outra medida que pode ser tomada imediatamente: a devolução dos mais de 400 policiais que estão a disposição dos mais diferentes órgãos do próprio governo, da Assembleia Legislativa, do Judiciário, do Ministério Público e outros. 

O problema nessas questões é que cada um se acha mais no direito que o outro de manter benesses. Cada órgão que tem a disposição soldados que deveriam estar policiando as ruas, tem convicção que, onde estão, eles também cumprem bem seu papel. Não cumprem. A segurança destes organismos pode ser privada. Mas os 400 PMs, treinados e preparados para ajudar a proteger a população do crime, deveriam mesmo é estar fazendo seu trabalho vital. O problema é colocar o dedo da ferida. Quem tem coragem  de ordenar a volta, imediata, de todo esse contingente para os quartéis e para policiar as ruas? Se alguém souber quem será o corajoso, que aponte o dedo....

PROFISSIONAIS DO CRIME

Rondônia e especialmente Porto Velho, já estão recebendo mais um grupo de especialistas que é um verdadeiro presente grego. Bandidões especializados em roubo de carros de luxo e adulteração de documentos estão atacando até condomínios fechados, onde a segurança deveria ser total. Pegam os veículos, falsificam documentos e ainda os vendem como se fossem financiados. Até há bem pouco tempo atrás, não tínhamos esse tipo de criminoso especializado por aqui. Mas como bandido aprende rápido, já fazemos parte do cir4cuito nacional da roubalheira. Uma quadrilha foi presa. Mas tem mais uma meia dúzia por aí, ainda agindo...

O IDIOTA E O BURRO

Um dos assuntos mais comentados da semana, no Estado, foi o caso de um idiota fazer atendimento de um burro, num hospital de Colorado do Oeste. Isso mesmo! O panaca, mesmo sabendo da crise na saúde, que sempre deixa a população desesperada, sentiu pena do animal de uma conhecida sua e realizou um raio x no burro, dentro do próprio hospital. Uma vergonha. Mas como isso aqui é Brasil, em pouco tempo o assunto cairá no esquecimento e, em breve, serão feitos partos de vacas e outros mamíferos em hospitais públicos, enquanto as pessoas morrem sem atendimento. Não dá prá botar todos esses anormais na cadeia?

SANGUE NAS ESCOLAS

Cenas de violência tornaram-se comuns dentro e fora de escolas em Porto Velho e em outras grandes cidades do país. É o terror chegando à sala de aula. Professores já são agredidos por alunos violentos e sem limites, protegidos pela criminosa lei que permite que eles pratiquem todo o tipo de crime, sem punição., Grupos de meninos e meninos, tais quais as gangues do passado, se encontram na saída das aulas para confrontos, onde jorrar o sangue é comum. Nesta semana, outro caso desses. Uma mãe, revoltada com uma aluna que surrava sua filha, esperou a vítima da escola e a esfaqueou. É um retrato de como está a situação em muitas escolas....

O FÃ DA PRESIDENTE DILMA

Incrível a repercussão da entrevista do apresentador Jô Soares com a presidente Dilma, na madrugada deste sábado. Jô esqueceu seu biografia e fez uma entrevista extremamente parcial, como um fã o faria com seu ídolo. Não abordou praticamente nenhum dos graves problemas nacionais; não aprofundou a questão da brutal corrupção que assola o PT e o governo; não se preocupou em colocar a Presidente numa saia justa em nenhum momento. No final da conversa, só faltou pedir um autógrafo, no ar. Uma pena, porque houve tempos em que o humorista e apresentador era respeitado no país inteiro. Parece que virou um arremedo de si mesmo...

LUZ NO FIM DO TÚNEL

Embora tenha diminuído, o número de detidos e presos por dirigir embriagado nas blitz policiais é ainda grande. Mas, não se pode negar que a Lei Seca ajudou a diminuir, em muito, os altíssimos índices de acidentes, com feridos e mortos, em todo o país e também na nossa Rondônia. Um fato chamou a atenção, dias atrás. Depois de fiscalizar mais de 1.200 veículos, em operações nas rodovias federais, durante 24 horas, a Polícia Rodoviária pegou apenas um motorista dirigindo com suspeitas de estar alcoolizado. É um fato raro, mas ao mesmo tempo, recheado de esperança. A Lei Seca pode sim baixar muito os índices violentos do trânsito.

PERGUNTINHA

Quem conseguiu sobreviver à economia brasileira no primeiro semestre, conseguirá também chegar ileso até o final de dezembro?

Fonte - SRGIO PIRES

Comentários

News Poltica

News Polcia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.