News Rondônia Notícias de Rondônia, Brasil e o Mundo
Domingo, 29 de Novembro de 2020

UM ENCONTRO PARA MELHORAR NOSSA SEGURANÇA PÚBLICA

Temos menos de 5 mil PMs para atender 52 municípios e quase 1 milhão e meio de habitantes.
Quarta-Feira, 10 de Junho de 2015 - 07:54

Terminou ontem,  no Teatro  Palácio das Artes, o 1º Encontro de Oficiais da PM da Região Norte. Além de representantes de todas as polícias militares de toda a região, vieram também equipes de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, entre outros, para palestrar e trocar experiências. Debates sobre segurança, ações policiais, sistemas de policiamento e outros foram realizados. A intenção também era adaptar, para o norte, as experiências que estão dando certo em outros estados. Espera-se que o encontro tenha servido para novos rumos à segurança pública rondoniense. A situação está muito ruim, principalmente na Capital, onde o policiamento desapareceu das ruas. Os números são incontestáveis. Temos menos de 5 mil PMs para atender 52 municípios e quase 1 milhão e meio de habitantes. Mas não somos os únicos. Santa Catarina tem seis milhões de habitantes e apenas 10 mil PMs, o que, proporcionalmente, é menos do que Rondônia. Só que não há cidade por lá,  que tenha índices de violência nem parecidos, por exemplo, com o que há apenas na zona leste, em Porto Velho, onde é raro o dia em que não há um assassinato. 

Claro que há diferenças cruciais, a favor dos catarinenses. Entre eles,  a questão econômica e uma qualidade de vida muito melhor que a nossa, em todas as regiões. Outro: lá, por exemplo, são nove assassinatos por 100 mil habitantes. Aqui, são 34 por 100 mil. Portanto, mesmo com menos policiais nas ruas do que em Rondônia, se formos confrontar a proporção populacional, os resultados dos nossos do sul têm sido muito melhores.  Neste encontro de dois dias, promovido em Rondônia, que terminou no fim do dia desta terça, se conseguimos absorver algumas das práticas catarinenses que têm dado certo, já terá valido a pena toda a mobilização da oficialidade da região norte.

TAMBÉM NA ASSEMBLEIA

O tema segurança pública também teve destaque nesta semana na Assembleia Legislativa, numa audiência pública que reuniu deputados, autoridades do setor e lideranças comunitárias. Proposta pelo deputado Léo Moraes, com o apoio de Jesuino Boabaid, o encontro servir para deixar claro o quanto a comunidade está assustada com a onda de violência e a falta de policiamento. Uma das propostas que surgiram, do próprio comando da PM, foi a criação da Guarda Municipal em Porto Velho. Ninguém suporta mais o reino da bandidagem. Algo tem que ser feito. E agora. Na ALE, essa questão ficou clara.

NOVA TÁTICA 

Traficantes agora estão cooptando crianças para transportar drogas em Rondônia. Como são "dimenor" e inatingíveis pela lei, dependendo da idade eles entram na Delegacia por uma porta e saem pela outra, lépidos e faceiros. Foi o que aconteceu esta semana com um menino de 14 anos, flagrado transportando 20 quilos de maconha em malas, por ônibus. O coletivo vinha de Cascavel para Porto Velho e o garoto foi pego numa barreira da Polícia Rodoviária. A droga foi apreendida, mas o menino nem sequer ficou na DP. A lei diz que ele é inimputável...

DENTRO DAS CADEIAS

Como entram armas, celulares e drogas em presídios de todo o país, é claro que a corrupção corre solta. E as ameaças também. Além das mulheres e parentes de presos que levam de tudo, elas inclusive dentro do aparelho genital, agentes penitenciários também são cooptados. Poucos, mas o são. Aqui em Porto Velho, na semana passada, um deles foi pego em flagrante, denunciado por colegas que souberam da trama. Quando a corrupção chega a quem tem que evitar fugas e maldades de dentro das cadeias, é porque a coisa está mesmo preta... 

OS ROLOS DE CACOAL

Chegou ao Tribunal de Justiça e todos os envolvidos foram denunciados naquele grande rolo de corrupção na Prefeitura de Cacoal. Do prefeito Padre Franco à sua principal assessora, Maria Ivani e outros indiciados, todos serão processados. O desvio de recursos públicos chegou a um patamar impressionante na Prefeitura e, além de tudo, uma série de gravações de Maria Ivani, nas mãos do Ministério Público, comprovaram todo o esquema. Várias irregularidades, incluindo a contratação desnecessária de um escritório de advocacia, estão entre as denúncias aceitas. O rolo vai ser grande...

FESTA PARA O TREM 

Festa para a comitiva de chineses que passou por Rondônia para falar em negócios, propor até a abertura de um banco em Rondônia, mas, principalmente, para tratar da futura ferrovia leste-oeste. A gigantesca obra, que envolverá recursos superiores a 30 bilhões de reais, seria construída com dinheiro chinês, em parceria com o governo brasileiro. Fogos, discursos eufóricos, reuniões animadas e recepções à altura da grande do projeto foram realizadas, assim como releases cheios de entusiasmo distribuídos à mídia. Vamos ver agora quantos anos o projetos demorará para sair do papel. Se forem os chineses a construir, pode até sair. Mas se a obra for brasileira, já se sabe o que vai acontecer...

PERGUNTINHA

Depois do escândalo da FIFA, quando começarão as prisões dos envolvidos em falcatruas, desvios e sacanagens da Confederação Brasileira de Futebol, a CBF?

 

Fonte - SÉRGIO PIRES

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.