BEBÊ DE 11 MESES É ATACADO POR CÃO DE RAÇA PROIBIDA NO REINO UNIDO E MORRE

Terça-Feira, 09 de Junho de 2015 - 20:27
No andar de cima da casa, a filha de Chloe, de 11 meses de idade, estava em um berço, e preso na cozinha se encontrava o cão de Lee.

Um bebê morreu ao ser atacado por um cão enquanto sua mãe e o namorado dormiam. Chloe King, a mãe, e Lee Wright, o namorado, de Lancashire, Inglaterra, adormeceram enquanto assistiam TV.

No andar de cima da casa, a filha de Chloe, de 11 meses de idade, estava em um berço, e preso na cozinha se encontrava o cão de Lee. Após se libertar, o cão foi até o local onde a menina estava e a atacou, deixando-a seriamente ferida.

Proprietário de cão de raça proibida no Reino Unido foi considerado culpado após seu animal matar a filha de sua namorada em ataque brutal.

Mesmo depois de ter sido hospitalizada, a criança não sobreviveu e Lee respondeu em um tribunal pela agressão do cão.

Após exames constatou-se que o animal era de uma raça proibida de Pit Bull no Reino Unido, embora o proprietário negue. O bebê teve um pulmão perfurado e múltiplas fraturas de costelas. Lee foi considerado culpado pela tragédia.

Fonte - R7/GADOO

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.