FILME PRODUZIDO POR ÍNDIOS DA ETNIA CINTA LARGA VENCE NA CATEGORIA MELHOR PRODUÇÃO RONDONIENSE DO FESTIVAL CURTA AMAZÔNIA

Na categoria Melhor produção Rondoniense ficou Underryyt - o Avô, produzido por jovens índios da etnia Cinta Larga
Sexta-Feira, 05 de Junho de 2015 - 08:23

Durante três dias, Porto Velho respirou cinema. A maior parte das exibições do Festival Curta Amazônia foram no Teatro Guaporé. O público escolheu os destaques. Na categoria Melhor produção Rondoniense ficou Underryyt - o Avô, produzido por jovens índios da etnia Cinta Larga durante uma oficina de vídeo coordenada pela Kanindé resultado de um intercâmbio com o sueco Nills. O filme mistura os gêneros de documentário e drama quando as histórias do Pajé Pyly são contadas pelos jovens pela lente do celular. Diogo Cinta Larga recebeu o troféu em nome da equipe.

O melhor Clip foi Soul Du Madeira produção 100% portovelhense. O clipe passa a idéia de valorização regional com a participação do grupo teatral Arigóca. No clipe a banda chama atenção para a inspiração da banda Du Madeira: A Natureza!  

O melhor filme na mostra regional foi "O time de Croa", de Belém do Pará. O filme destaca pescadores que vivem na Praia de Ajuruteua, em Bragança e são apaixonados por futebol. A bola sempre está em lugar de destaque na proa do barco e os pescadores aproveitam as croas, como são chamados os bancos de areia naquela região, na maré baixa.

Já na seletiva nacional o melhor filme foi PSIU", de Antônio Carrilho de Recife, Pernambuco. É uma cinebiografia do compositor Zé Dantas e traz vários nomes consagrados da música nordestina como Luiz Gonzaga.

Fonte - comunicaKanindé

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.