MARCOS ROGÉRIO LANÇA FRENTE PARLAMENTAR EM DEFESA DOS PORTOS HIDROVIAS E NAVEGAÇÃO DO BRASIL

O deputado federal Marcos Rogério (PDT/RO), lançou a Frente Parlamentar em Defesa dos Portos, Hidrovias e Navegação do Brasil, nesta quarta-feira (27.05), na sede Confederação Nacional do Transporte (CNT).
Quarta-Feira, 27 de Maio de 2015 - 17:19

O deputado federal Marcos Rogério (PDT/RO), lançou a Frente Parlamentar em Defesa dos Portos, Hidrovias e Navegação do Brasil, nesta quarta-feira (27.05), na sede Confederação Nacional do Transporte (CNT). O evento aconteceu em parceria com a Federação Nacional das Empresas de Navegação Aquaviária (FENAVEGA).  O objetivo da frente parlamentar é propor soluções legislativas que objetivem o desenvolvimento do transporte aquaviário, articulando suas atividades com as ações do governo e das entidades da sociedade civil em defesa dos Portos e Hidrovias.

“A bacia hidrográfica do Brasil tem potencial enorme, o mundo nos inveja, mas enquanto os Estados Unidos da América (EUA) aproveitam o seu potencial hídrico, transportando mais de 60% de seu produto interno, nós transportamos apenas 13% pelas vias navegáveis. Isso é pouco, o setor pode mais, só necessita de uma visão integrada de todos os envolvidos. Precisamos definir políticas públicas integradas”, pontuou o deputado. 

A frente parlamentar presidida pelo deputado Marcos Rogério contou com o apoio de 219 parlamentares para sua criação. De acordo com Rogério a frente é um instrumento de mediação na busca de soluções para enfrentar as dificuldades e promover melhorias e avanços para o setor, que tem grandes potencialidades.

"Queremos unir forças para garantir a navegação um ambiente de maior segurança para quem investe. A nossa água não podem ser para um projeto só, temos que conciliar os interesses e as possibilidades. Com planejamento e investimento certo, navegação e geração de energia podem caminhar juntas, sem que uma comprometa a outra".

O encontro reuniu parlamentares de diversos estados, além de representantes da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ), da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul (APROSOJA) , da Câmara Interamericana de Transportes (CIT) e sindicatos filiados da categoria.

Durante o lançamento da FPN o presidente da Fenavega, Raimundo Olanda destacou a importância da frente e fez um apelo para a realização de uma audiência pública na Câmara para discutir os problemas do setor e a retomada da navegação na hidrovia Tietê-Paraná, paralisada há mais de um ano.

"É uma frente parlamentar fundamental que olha para um setor que contribui com o Brasil.  Infelizmente, quem atua neste ramo não tem o apoio necessário. Queremos que o governo, a Agência Nacional de Água e os demais órgãos ligados a água sentem à mesa para conversarmos e discutimos o multiuso da água, as soluções para uma navegação forte no país" destacou.

Leudo Buriti, presidente do porto de Porto Velho participou do lançamento da FPN e considerou a  iniciativa importante para a navegação interior. "Acho que teremos nesta frente um ambiente de debates e apoio para os nossos problemas de estrutura e adequação legal" disse.

Fonte - Assessoria

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.