DEPUTADOS SE RE贜EM COM SERVIDORES DA POL虲IA CIVIL PARA DEBATER PCCS

Governo havia se comprometido em enviar a mat閞ia ao Parlamento, mas pediu novo prazo
Quarta-Feira, 20 de Maio de 2015 - 15:14

Para intermediar uma negociação entre o Governo e o Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Estado de Rondônia (Sinsepol), um grupo de deputados estaduais se reuniu com a categoria, nesta terça-feira (19).

O Executivo havia assumido, quando da votação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que assegurou a equiparação dos delegados à carreira jurídica, o compromisso de enviar para a Assembleia projetos assegurando benefícios para a Polícia Civil, entre eles o Plano de Cargo, Carreira e Salários (PCCS).

O acordado era votar a matéria até esta terça-feira (19), mas o projeto não aportou na Casa e os servidores pressionam o Governo para que cumpra o prometido.

O presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PP), junto com o líder do Governo, Luizinho Goebel (PV) e os deputados estaduais Léo Moraes (PTB), Lúcia Tereza (PP), Ribamar Araújo (PT), Lazinho da Fetagro (PT), Jesuíno Boabaid (PTdoB), Hermínio Coelho (PSD), Só Na Bença (PMDB), Saulo Moreira (PDT), Alex Redano (SD), Dr. Neidson (PTdoB), Ezequiel Junior (PSDC) e Cleyton Roque (PSB) se reuniram com servidores e sindicalistas.

“Depende de o projeto ser encaminhado pelo Executivo para esta Casa, que terá o apoio irrestrito dos deputados”, explicou Maurão.

Em resposta, o Executivo pediu mais 15 dias para enviar a matéria, mas os servidores da PC não aceitaram. A saída foi agendar para a próxima sexta-feira (22) uma reunião entre sindicalistas e representantes do Governo.

Segundo Goebel, a expectativa é de que, nesse encontro, o projeto seja finalizado e encaminhado à apreciação da Assembleia, o que poderá ocorrer na sessão itinerante programada para Ji-Paraná, no próximo dia 28.

Fonte - DECOM/ALE-RO

Comentários

News Pol韈ia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.