HOJE, 16 DE MAIO - DIA DO GARI PROFISSIONAL QUE MERECE TODAS AS NOSSAS HOMENAGENS – POR RUZEL COSTA

Data em que ainda não há uma legislação federal, mas é lembrada em centenas de municípios brasileiros. Existem na Câmara Federal projetos para oficializar o 16 de maio como o dia Nacional do Gari.
Sabado, 16 de Maio de 2015 - 11:13

Faça sol ou chuva, diariamente os garis estão nas ruas recolhendo o lixo que produzi- mos além de enfrentando algumas dificuldades. Passam muitas vezes despercebidos, sofrendo preconceitos, indiferenças e até humilhações, apesar de tão necessários.

Data em que ainda  não há uma legislação federal, mas é lembrada em centenas de municípios brasileiros. Existem na Câmara Federal  projetos para oficializar o 16 de maio como o dia Nacional do Gari. A aprovação de um desses projetos seria uma justa homenagem aos milhares de trabalhadores que apesar serem tão comuns nas áreas urbanas, passam muitas vezes despercebidos, sofrem preconceitos, indiferenças  e até humilhações, apesar de tão necessários.

Origem da Palavra

O termo Gari começou a ser utilizado para denominar os homens que atuavam na coleta de lixo, na época do Brasil Império e fazia referência a Pedro Aleixo Gary, empresário francês, contratado pela Corte Brasileira para organizar o serviço de limpeza  na cidade do Rio de Janeiro em 1876. Com o tempo, os funcionários que trabalhavam para Pedro Aleixo ficaram conhecidos como a “Turma do Gari” ou simplesmente, Garis.

O Dia do Gari

Foi instituído, através da Lei 212, de 31/10/1962, sancionada pelo então Governador do Estado da Guanabara, Carlos Lacerda.

A decisão visava prestar reconhecimento à árdua, perigosa e difícil missão daqueles que integram o Departamento de Limpeza Urbana. A partir de então muitos municípios ou estados aprovaram leis criando a merecida Data.

Existem na Câmara Federal projetos para oficializar o dia 16 de maio como o dia Nacional do Gari. A aprovação de um desses projetos seria uma justa homenagem aos milhares de trabalhadores que apesar de serem tão comuns nas áreas urbanas, passam muitas vezes despercebidos, sofrem preconceitos, indiferenças e até humilhações, apesar de tão necessários.

A importância dos profissionais

Na edição do Jornal do Brasil – Rio de Janeiro de 11 de março de  2014 confirma “A paralisação do trabalho dos garis evidenciou a importância destes trabalhadores para garantia da saúde pública, bem estar da população e para a imagem da "Cidade Maravilhosa".

Os profissionais da limpeza reclamam

“Muitas vezes falta educação e colaboração da população na hora de jogar o lixo, como também a falta de lixeiras e a sociedade ainda discrimina a categoria, principalmente quando estamos uniformizados e que a sociedade parasse de olhar o gari como o próprio lixo, pois, se sairmos com uma roupa diferente ninguém perceberia que trabalhamos como garis, somos iguais sem diferenças”.

Grande exemplo dessa discriminação ocorreu em 31 de dezembro de 2009, quando um conhecido apresentador de uma importante emissora de televisão fez um deselegante comentário: "Que 'm.': dois lixeiros desejando felicidades do alto das suas vassouras. O mais baixo da escala do trabalho".

No dia seguinte, quando o vídeo já tinha milhares de visualizações na internet, o apresentador se retratou sobre o comentário que definiu como "uma frase infeliz". "Peço profundas desculpas aos garis e a todos os telespectadores". O caso não terminou na imprensa e foi parar na Justiça, rendendo diversas condenações ao apresentador e a emissora. Por fim, o TJSP concluiu que a emissora é responsável pelo conteúdo que veicula e, por isso, deve dividir o valor da condenação com o apresentador. (Isso é uma Vergonha).

Relatos

A estudante  Isabel Carvalho de 09 anos, do Ensino Fundamental, moradora  da cidade de Manaus comentou:

“O gari é aquela pessoa que limpa as ruas, ele deixa a natureza limpa. O trabalho do gari é importante porque sem ele, ninguém ia limpar as ruas e tudo seria só lixo. É importante homenagear o gari, pois, é como se ele limpasse o mundo.”

A acadêmica do Curso de Pedagogia Edilene Ferreira Gomes comentou “A profissão de gari é uma das profissões mais difíceis do mundo principalmente no Brasil, por ser um País sujo, as pessoas não tem conscientização e nem respeito com o Meio Ambiente, e devido a isso acaba sobrando para o gari limpar toda a imundície da cidade.

Esse profissional deve ser mais valorizado por parte da sociedade e também do governo. Eles não devem ser chamados de “lixeiros, sua profissão é GARI”.

Parabéns e Respeito aos profissionais da limpeza!

Professor Ruzel Costa leciona na Faculdade Faro, Colégio Objetivo, Escola Madeira-Mamoré  em Porto Velho-RO

Fonte - RUZEL COSTA

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.