ECOPORÉ E CES RIOTERRA REALIZAM INTERCÂMBIO COM AGRICULTORES RURAIS

Troca de conhecimentos e informações marcaram o intercâmbio promovido pela Ecoporé, nos dias 07 e 08 de maio, através do projeto Viveiro Cidadão, patrocinado pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental.
Quarta-Feira, 13 de Maio de 2015 - 16:15

Troca de conhecimentos e informações marcaram o intercâmbio promovido pela Ecoporé, nos dias 07 e 08 de maio, através do projeto Viveiro Cidadão, patrocinado pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental.

A parceria foi com o Centro de Estudos da Cultura e do Meio Ambiente da Amazônia – RIOTERRA, onde 20 produtores do Viveiro Cidadão tiveram a oportunidade de conhecer a Floresta Nacional do Jamari - FLONA, o viveiro do município de Itapuã do Oeste e saber um pouco mais sobre as ações do projeto Quintais Amazônicos, desenvolvido pela Rioterra, que tem apoio financeiro do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES, através do Fundo Amazônia.

O coordenador de programas do CES Rioterra, Alexis Bastos, conduziu a atividade que se iniciou com o percurso na trilha da Pedra Grande, utilizada para atividades de educação ambiental da Flona do Jamari, unidade de conservação federal gerida pelo Instituto Chico Mendes – ICMBio e que tem sua área localizada em Itapuã do Oeste (95%) e em Cujubim (5%).

O agricultor de Rolim de Moura cadastrado no Viveiro Cidadão, Manoel Barros, falou sobre os benefícios que esta ação proporcionou. “Eu adorei todos os momentos da atividade. Foi fantástico partilhar conhecimentos com outros produtores. Quando eu chegar na minha comunidade, principalmente, nas associações, vou repassar o que aprendi, de modo a incentivar os outros agricultores a participar deste projeto. Gostaria de me envolver mais neste tipo de atividade, pois, aprendo a cada dia com a equipe do Viveiro Cidadão. Com vocês nos ajudando, nós desenvolvemos melhor nosso trabalho na propriedade rural”, disse.

Após a trilha, os agricultores visitaram o viveiro Municipal de Itapuã do Oeste, conheceram o processo de produção de mudas, a partir das sementes coletadas nesta unidade de conservação, todas usadas para produzir mudas voltadas à recuperação de áreas degradadas e apoiar a regularização ambiental de propriedades rurais da agricultura familiar na região.

Visita técnica

Outra fase da atividade, foi ir a uma propriedade rural beneficiada pelo trabalho de recuperação de áreas realizado pela Rioterra. No local, foram discutidas questões sobre zoneamento de propriedades rurais e problemas como compactação de solos, erosão e assoreamento de rios.

O presidente da Ecoporé, Marcelo Ferronato, ficou surpreso com o interesse dos participantes da atividade. “É uma grande responsabilidade tirar as pessoas de suas casas e levar para outro lugar, nunca sabemos como irão receber as informações, se vão ou não gostar, porém pude ver a satisfação nos olhos de cada um que participou e ouvir de alguns o quão importante são as atividades de intercâmbio, afinal conhecimento é sempre bem-vindo”. Finalizou.

Fonte - Assessoria de Comunicação

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.