HSBC REVOGA DEMISS肙 DE BANC罵IA PORTADORA DE LER/DORT AP覵 PRESS肙 DO SINDICATO

Terça-Feira, 12 de Maio de 2015 - 10:32
O fato de o banco reconhecer a doen鏰 da banc醨ia, e reintegr-la administrativamente ao trabalho, de muita import鈔cia, pois isso comprova que poss韛el resolver problemas como esse de forma coerente, com diplomacia, evitando assim uma longa e desgastante batalha judicial.

Uma bancária da agência Urbana do HSBC (ao lado do terminal rodoviário de Porto Velho), demitida no final de março deste ano, foi reintegrada ao serviço após o Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Rondônia (SEEB-RO) pressionar o banco inglês a rever a situação da trabalhadora que é portadora de doença ocupacional, ou seja, LER/Dort adquirida no exercício da função.

A bancária uma das muitas vítimas da onda de demissão que atingiu funcionários de todo o país, sendo quatro somente em Rondônia até o 1º de abril –, tinha mais de 20 anos de dedicação ao banco, sendo que, neste período, acabou sendo lesionada por conta dos esforços repetitivos inerentes à sua função e, por isso, chegou a ser afastada pelo INSS.

Mas nem essa delicada situação foi suficiente para comover o banco, que a desligou impiedosamente mesmo após o médico do próprio banco ter atestado que a bancária era inapta para ser demitida.

O Sindicato, ao tomar conhecimento do caso, procurou a bancária e a orientou a procurar um médico ortopedista para realizar novos exames clínicos e complementares, a fim de comprovar a doença ocupacional. Com todos os exames comprovando a doença, o Sindicato entrou em contato com a Gerência de Recursos Humanos do banco, em Curitiba (sede do banco) e exigiu que o banco revogasse a demissão imediatamente.

A GRH solicitou do SEEB-RO a documentação médica da bancária e, após análise da área médica do próprio banco, decidiu, na última quinta-feira, 7/5, revogar a demissão e reintegrar a trabalhadora ao quadro funcional da agência.

“O fato de o banco reconhecer a doença da bancária, e reintegrá-la administrativamente ao trabalho, é de muita importância, pois isso comprova que é possível resolver problemas como esse de forma coerente, com diplomacia, evitando assim uma longa e desgastante batalha judicial. E é de conhecimento de todos que em casos de demissões de funcionários portadores de lesões ocasionadas pelo esforço do trabalho, a Justiça do Trabalho em Rondônia tem se mostrado firme em favor dos trabalhadores”, mencionou José Pinheiro, presidente do SEEB-RO.

Fonte - ASSESSORIA

Comentários

News Pol韈ia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.