UMA BOMBA ATÔMICA ESTÁ PRESTES A EXPLODIR NO BRASIL

Assim como outros 747 milhões de dólares, emprestados não se sabe como e em que circunstâncias, para a construção de uma linha de metrô em Caracas, capital da Venezuela.
Domingo, 10 de Maio de 2015 - 19:16

Os maus presságios não param de cair na cabeça do governo da Presidente Dilma; para seu antecessor, Lula e de membros importantes do poder. É que a oposição conseguiu  criar a CPI do BNDES, uma bomba atômica prestes a explodir em Brasília. O que se ouve é que, quando o tapete do Banco for levantado,o  uso irregular de dinheiro público, como os casos do Mensalão e do Petrolão, serão apenas pouco  mais do que dinheiro conseguido por batedores de carteiras. O exagero tem motivo. O volume de grana envolvido é inacreditável. O Ministério Público  por exemplo, denuncia que o BNDES recebeu dos cofres públicos, de forma irregular, nada menos do que 500 BILHÕES (isso mesmo, Meio Trilhão de Reais!). Os financiamentos secretos para países amigos, como Cuba, principalmente, mas também para a Venezuela e outros parceiros da América Latina, cujos governos são alinhados politicamente com o partido que domina o poder no Brasil há mais de 12 anos. Além de mais de 360 milhões de dólares, emprestados à Cuba, para construção de um porto (enquanto a maioria dos nossos estão defasados e não recebem investimentos), vai dominar as discussões. Assim como outros 747 milhões de dólares, emprestados não se sabe como e em que circunstâncias, para a construção de uma linha de metrô em Caracas, capital da Venezuela.

O caso do BNDES pode sacudir a República. Os empréstimos e financiamentos feitos por ele representam mais de 10 por cento do BIP nacional e, em inúmeros casos, há suspeitas de algum tipo de irregularidade. Quando a CPI for instalada, o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, será intimado a depor. A partir daí, abrem-se as cortinas para um espetáculo dantesco: como o nosso dinheiro usado para consolidar um partido político no poder. Os brasileiros não mereciam mais essa vergonha!

'NÓIS NA FITA!'

Rondônia não fica fora do constante rol de escândalos registrados Brasil afora. Nessa semana, foi a vez de políticos da pujante Cacoal pararem nas delegacias. Nove pessoas foram presas, incluindo a chefe de gabinete da Prefeitura, Maria Ivani Araújo, também conhecida como Dama de Ferro e o presidente da Câmara, vereador Patty Paulista. Outros vereadores também foram detidos e terão que usar tornozeleiras eletrônicas. Não estão na cadeia, mas não podem sair da cidade, enquanto o processo anda. Uma pena que a população de Cacoal tenha que passar por isso. Mas ao menos a corrupção foi estagnada.

O POVÃO NÃO CONTA

O que aconteceu em Cacoal era breque premeditado. Muita gente sabia que a qualquer momento os envolvidos no escândalo seriam pegos. Mas eles se acham tão acima da lei que não se precaveram. Falavam abertamente ao telefone. A chefe de gabinete do Prefeito chegou a dizer, numa das ligações, que o povo era mero detalhe. Daí o nome da operação conjunta do MP e Polícia:uma resposta dura e criativa a quem faz falcatruas, organizado achaques ao dinheiro público e ainda ironiza a importância do povo. Cadeia neles!

SUCESSO ANTECIPADO

A menos de duas semanas da abertura da Rondônia Rural Show, as expectativas são cada vez mais positiva. Há um burburinho entre os produtores rurais do Estado, de todos os tamanhos, sobre o que a feira pode trazer e, ao mesmo tempo, sobre a multiplicidade de financiamentos oferecidos. Já há quem planeje comprar vários equipamentos novos, para aumentar a produção e o faturamento, é claro. As previsões mais otimistas falam num faturamento total da feira em torno de 1 bilhão de reais. Os menos otimistas, acham que ela chegará a mais de 700 milhões. Já é sucesso muito antes de começar...

BUROCRACIA QUE EMPERRA

Três obras do Estado estão paradas, de alguma forma, por falta de apoio da Prefeitura de Porto Velho. Explique-se: o novo Espaço Alternativo, que já tem 75% das obras prontas, parou porque o município exigiu nova documentação de licença ambiental. O Teatro Estadual não pode funcionar com grandes shows e espetáculos, porque não tem o alvará. Toda a documentação já foi entregue, mas a burocracia infernal não libera o prédio para eventos pagos. E o Restaurante Popular, na zona leste, já concluído já quase um ano, também não abre porque faltava um documento. Ele já foi entregue, mas a autorização de funcionamento não saiu ainda. Uma vergonha!

CEM MIL DOSES

Só dentro de alguns dias se saberá se as 100 mil doses de vacina contra a gripe foram mesmo aplicadas neste sábado, em Porto Velho. Era pelo menos esse o plano da Secretaria Municipal de Saúde. No Estado todo, a previsão é de imunizar 276 mil pessoas pelo menos, durante este período em que a vacina será utilizada. Idosos, crianças até cinco anos, mamães recentes, índios e presidiários são o público alvo da campanha. Quem estiver nele, será vacinado e ficará livre da doença e dos seus riscos durante um ano inteiro.

PERGUNTINHA

Esta primeira rodado do Campeonato Brasileiro de Futebol chegou a empolgar ou a qualidade dos times continua ladeira abaixo?

Fonte - Sergio Pires

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.