News Rondônia Notícias de Rondônia, Brasil e o Mundo
Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020

CONSELHO APROVA AQUISIÇÃO DE ÁREA PARA PRODUTORES RURAIS ATINGIDOS PELA ENCHENTE

O Conselho Municipal de Agricultura, por maioria dos votos, deu parecer favorável à aquisição de um terreno localizado na margem direita do rio Madeira para assentar 20 famílias de agricultores atingidas pela enchente do ano passado.
Sexta-Feira, 08 de Maio de 2015 - 14:49

O Conselho Municipal de Agricultura, por maioria dos votos, deu parecer favorável à aquisição de um terreno localizado na margem direita do rio Madeira para assentar 20 famílias de agricultores atingidas pela enchente do ano passado. A compra da área foi o principal assunto debatido na reunião do conselho realizado na última quinta-feira, 07, na Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Semagric).

Presidente do conselho, o secretário da Semagric, Leonel Bertolin, avaliou o encontro como positivo não só pelo resultado do encontro, mas também pelas informações passadas aos agricultores e representantes de sindicato, cooperativas e associações. “Essa é uma reunião de praxe do conselho em que prestamos conta dos projetos que a Prefeitura de Porto Velho desenvolve na área rural, principalmente no que diz respeito a estradas vicinais, além de outras ações, e também da aplicação dos recursos do Fundo Municipal de Agricultura”, afirmou o secretário.

No encontro, Bertolin também fez um breve balanço sobre o setor primário na capital, onde vislumbra um futuro muito promissor para o setor, caso os produtores rurais se organizem para poderem trabalhar melhor e também fazer suas reivindicações. “Grande parte do que consumimos em Rondônia, Acre e Amazonas vem do Sul e do Sudeste. E essa seca que castiga principalmente o Sudeste, vai abrir possibilidades para que os produtores locais encontre novos mercados para comercializar os seus produtos. Mas a categoria precisa estar organizada e trabalhar porque, senão, vem algum empresário do sul com tecnologia de ponta se instala aqui e vai ganhar dinheiro porque os agricultores não se prepararam para esse mercado”, disse.

Quanto à aquisição do terreno, Bertolin disse que essa é uma necessidade urgente porque essas famílias de agricultores precisam de moradia. Elas serão assentadas em uma área de cerca de 70 hectares, localizada na margem esquerda do rio Madeira. Os agricultores terão vinte anos para pagar o terreno que será comprado com recursos do Governo Federal, dentro do orçamento do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), repassado ao Incra, em Rondônia. Os juros serão de 2% a 1,5% por ano e o prazo para quitação do débito será de 20 anos.

Fonte - comunicação pmpv

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.