UM GENERAL FAZ DURAS CRÍTICAS AOS MINISTROS DO STF

Críticas duras, escritas em carta aberta, acessível a todos. E que termina culpando os ministros do TSE pela soltura de envolvidos na Operação Lava Jato
Sexta-Feira, 08 de Maio de 2015 - 08:24

É sempre um risco quando militares começam a se pronunciar sobre questões nacionais. É mais preocupante ainda quando quem escreve uma carta aberta ao Supremo Tribunal Federal é um dos militares de maior prestígio entre seus camaradas de armas, o General de Divisão Reformado Francisco Batista Torres de Mello.

E é assustador quando, ao dirigir uma carta ao ministro Teori Zavascki, o general de pijama escreve, cruamente, algumas verdades que o povão aprova e aplaude. Torres de Mello perguntou, por exemplo, que "porque soltar quem não presta? ". E mais: "antigamente, todos tinham o respeito sagrado pela Justiça. Este respeito está indo para a lata do lixo". Críticas duras, escritas em carta aberta, acessível a todos.

E que termina culpando os ministros do TSE pela soltura de envolvidos na Operação Lava Jato:  "ao soltarem os criminosos empreiteiros,  que cometeram crime hediondo, depravado...sórdido... repulsivo...contribuíram para o desprestígio do sagrado Poder Judiciário".  O texto é longo, um protesto forte, uma crítica duríssima ao nosso mais importante organismo do Judiciário. E não critica apenas por criticar, como se fosse uma voz isolada. O general da Reserva retrata, com sua indignação, escreve o que estão pensando muitos militares de alto coturno e a oficialidade.  

Claro que se fosse no tempo da ditadura, o general jamais poderia criticar o STF ou o governo. A democracia foi uma conquista do povo brasileiro e, portanto, até os militares podem opinar, discordar e até protestar, desde que não passem disso.  Mas é sempre bom a gente estar de olho. Com um governo fraco, com tanta corrupção, com a impunidade transformando bandidos em vítimas, uma voz forte é sempre ouvida pela maioria da população. Que não se brinque com os milicos. Aliás, esse filme a gente já viu...

LIVRO DO XORADIN

A sexta será especial para dois personagens importantes desta terra. Um deles, o médico e escritor José Ferrari, lança mais um livro de histórias da cidade, O outro, é o radialista e homem do humor, Jaelson Vicente,  cujo apelido, Xoradin, o tornou famoso. Ferrari lança seu novo livro nesta sexta, a partir das 18 horas, na Livraria do Shopping.  Toda a renda desta noite será destinada a Xoradim, que está doente e precisa de apoio para construir sua casa própria. Todos os amigos dos dois personagens estão sendo convocados para participar da noite festiva de autógrafos e colaborar com o sempre querido Xoradim.

A DOSE QUE SALVA

Na década de 70, ainda no período do regime militar, o Brasil começou as grandes campanhas nacionais de vacinação. Desde lá, milhões de vidas foram salvas e até foram consideradas extintas algumas doenças. A maior prova disso é que há muitos anos não se registra nenhum caso de paralisia infantil no Brasil graças ao sucesso incomparável das campanhas anuais que imunizame milhões de crianças. Agora é a vez do combate à gripe. Só em Rondônia, mais de 280 mil pessoas, entre crianças, idosos, mães recentes, índios e presidiários, ficarão livres da doença, graças à vacina. Portanto, a hora é de receber a dose e ficar imune aos perigos da gripe.

INIMPUTÁVEIS

A brutalidade aumenta na mesma proporção em que cresce a impunidade. Menores participam de crimes bárbaros, covardes, muitos com requintes de crueldade e continuam sendo defendidos pelos que, na maioria dos casos por ideologias pessoais, acham que deve ser mantida a atual lei que proíbe punição para esses crimes terríveis. Nessa semana, uma menor de 16 anos planejou a morte do padastro, com a ajuda do namorado, menor e dois outros amigos, todos menores. O trabalhador, um mototaxista, foi fuzilado sem chance de defesa. Todos os assassinos são considerados inimputáveis.

GOSTO DE DERROTA

Foi uma Vitória de Pirro. Daquelas que tem gosto de derrota. O governo conseguiu aprovação da Câmara Federal para começar algumas mudanças na legislação trabalhista. Mas a que custo? Primeiro, os aliados foram praticamente obrigados a fecha questão, incluindo o PT. Segundo, todos os partidos de oposição trataram o PT como partido que traiu os trabalhadores. A cada dia que passa, o governo se enfraquece mais. E a impopularidade começa chegar até ao ex Presidente Lula. Coisa de louco!

FIM DAS 'BAD NEWS"?

Depois de um longo período de "bad news", ou seja, de más notícias, finalmente as coisas começaram a melhorar para o lado do governador Confúcio Moura. Uma agenda positiva (lançamento da Rondônia Rural Show, obras de apoios às Prefeituras, aplausos a ele durante solenidade no Porto Velho Shopping), começaram a dar bons resultados. Some-se a isso a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que por goleada não acatou denúncias do Ministério Público que preocupava o Palácio Presidente Vargas. Os 7x0 pró Confúcio foram um alento na tensa situação que começa, agora, a ser superada.

PERGUNTINHA

Quando começarão a cumprir pena todos os corruptos e corruptores envolvidos na roubalheira do dinheiro da Petrobras?

Fonte - SÉRGIO PIRES

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.