M肊, POR CL罸DIO TRAPPEL

Confira!!!
Quinta-Feira, 07 de Maio de 2015 - 11:13

No seu ventre, eu cresci,
No mundo aprendi,
Do seu sangue, alimento tirei,
No mundo meu sangue eu dei,

Na sua barriga, me aninhei,
No mundo so apanhei,
Na sua barriga, me protegi
No mundo nada vi

No seu ventre querido, nada faltava
No mundo a violencia sobrava,
o seu ventre era meu escudo, hoje
O que vejo é so absurdo.

Fonte - Cl醬dio Trappel

Comentários

News Pol韈ia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.