News Rondônia Notícias de Rondônia, Brasil e o Mundo
Quarta-Feira, 25 de Novembro de 2020

SINDSBOR E MORADORES PEDEM PROVIDÊNCIA SOBRE ÁREA DO TRIÂNGULO

Hoje o que se vê no Triangulo é um cenário de guerra, casas destruídas, ruas tomadas pelas areias do rio e muita gente sem perspectiva de onde morar.
Quarta-Feira, 06 de Maio de 2015 - 17:34

Uma comissão de moradores do bairro Triângulo, um dos mais antigos da Capital, localizado as margens do Rio Madeira e o vice-presidente do SINDSBOR (Sindicato dos Seringueiros e Soldados da Borracha do Estado de Rondônia) George Teles “Carioca” estiveram em uma reunião na SEMPLA (Secretaria Municipal de Planejamento), onde cobraram providências no tradicional bairro para os representantes do município.

Durante a reunião o representante do SINDSBOR, “Carioca” pediu para que o poder público ajude as 132 famílias que ainda restam naquela região, que foi devastada pela histórica enchente no ano de 2014. O local foi totalmente destruído e causou muito prejuízos para aquelas pessoas que viviam em situação precária. “Hoje o que se vê no Triangulo é um cenário de guerra, casas destruídas, ruas tomadas pelas areias do rio e muita gente sem perspectiva de onde morar. Para mim e para muitos essa enchente não foi apenas uma força da natureza e sim uma irresponsabilidade das autoridades, que permitiram que elas fossem construídas tão perto do perímetro urbano. Daí quem paga o “pato” é o povo”, ressaltou “Carioca”.

Preocupado, pois o local ainda abriga muitos moradores que são ex-seringueiros e soldados da borracha, “Carioca” pediu empenho do poder executivo em marcar uma reunião em Brasília, especificamente no gabinete do senador Acir Gurgaz, para sugerir que a área que pertence a União e Exército Brasileiro, está distante cerca de sete km da base militar seja transferida para o município de Porto Velho.

Em um total aproximado de 200 famílias foram remanejadas do local e relocadas em apartamentos e residências construídos pela prefeitura. Os moradores reclamam que perderam tudo e muitos e a maioria tirava do rio e de seus quintais seus sustentos como: pesca, venda de hortaliças e outros.

Ficou acordado na reunião que o prefeito Mauro Nazif faca um documento oficial, sendo um para o SPU (Superintendência de Patrimônio da União) e outro para o Comando do Exército em Brasília/Departamento de Engenharia e Comunicação requerendo a posse da área que hoje é restrita a qualquer tipo de benfeitoria que seja feita.

Estiveram presentes na reunião George Teles “Carioca” vice-presidente do SINDSBOR, Antônio Roberto (Engenheiro da SPU), Márcia Luna (secretaria da SEMUR - Secretaria Municipal de Habitação e Regularização Fundiária) e a comissão de moradores do bairro Triangulo representadas por Maria Clara, Antônio Trindade, Eva de Souza e Audenice Pereira.

Fonte - Assessoria
Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.