ALUNOS DA PRIMEIRA TURMA DO PROJETO SAMUZINHO RECEBEM CERTIFICADOS

As aulas foram realizadas às quartas-feiras, de janeiro à abril, com turmas dos períodos manhã e tarde.
Quarta-Feira, 06 de Maio de 2015 - 17:09

Autoridades municipais e alunos da Escola Municipal Ulisses Soares Ferreira, no bairro JK I, participaram, na manhã desta quarta-feira, 06, da cerimônia de formatura da primeira turma do projeto Samuzinho. Criado pelo Núcleo de Formação Permanente do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Semed), o projeto desenvolveu ações educativas com os alunos das 22 turmas de 1º ao 5º ano da escola.

O objetivo do projeto é conscientizar as crianças sobre a importante do serviço do Samu e o prejuízo que os trotes ao Disque 192 podem causar.“Em 2014, a média de trotes passava de mil ao mês. Em abril foram contabilizados 1.200 atendimentos oficiais e 411 trotes. Já percebemos uma diminuição nas ligações falsas e esperamos que as ações de conscientização da população nos ajudem a diminuir cada dia mais esses trotes que podem causar muitos problemas”, enfatizou Mara Resende Correia, diretora do Samu.

As aulas foram realizadas às quartas-feiras, de janeiro à abril, com turmas dos períodos manhã e tarde. Os trinta alunos selecionados para serem os “amigos do Samu” ganharam kits com camiseta e certificado de participação. Esta foi a turma-piloto do projeto, e segundo Josinéia Rodrigues, secretária-adjunta da Semed, até o final de 2015 mais escolas municipais terão turmas do Samuzinho. “Eles trabalharam de forma lúdica, com teatro, música, pintura e competições, os conteúdos abordados com as crianças. Foi uma ação muito importante e nós, da Secretaria Municipal de Educação, ficamos muito felizes em poder apoiar o projeto. Continuaremos a parceria para expandir as ações para as demais unidades da rede municipal de educação”, disse Josinéia.

Fernanda Lee, de sete anos, ficou empolgada com tudo que aprendeu ao participar do projeto e levou o pai, Fernando Cardoso Galete, para participar da solenidade. “O Samu ajuda as pessoas que estão doentes e não devemos nunca passar trotes que atrapalham o serviço. Aprendi no Samuzinho e estou ensinando pra todo mundo da minha família e para os vizinhos também”, disse Fernanda. “Ela adorou participar e depois das aulas chega em casa eufórica contando o que aprendeu. Esse projeto foi uma ótima ideia, pois vai além da alfabetização das crianças e ensina também sobre cidadania e responsabilidade. Todos estão de parabéns”, acrescentou Fernando Cardoso.

Fonte - Assessoria - PMPV

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.