GREVE NACIONAL: TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO DÃO AULA PÚBLICA EM FRENTE À ALE

Os trabalhadores em educação estaduais, municipais e federais de Rondônia aderiram à paralisação do Dia Nacional de Greve, convocado pela CNTE para esta quinta-feira, dia 30/04, como programação da Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública.
Quinta-Feira, 30 de Abril de 2015 - 15:34

Os trabalhadores em educação estaduais, municipais e federais de Rondônia aderiram à paralisação do Dia Nacional de Greve, convocado pela CNTE para esta quinta-feira, dia 30/04, como programação da Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública.

Foram realizadas atividades em várias localidades do Estado. Em Porto Velho a concentração foi em frente à Assembleia Legislativa, onde foi realizada uma grande “aula pública” para discutir as metas do Plano Nacional de Educação (PNE) e do Plano Estadual de Educação (PEE).

Também estava na pauta o acompanhamento do cumprimento, por parte do governo, da proposta de reajuste através de gratificação, aprovada pelos trabalhadores em educação. Logo pela manhã foi confirmado que o Projeto de Lei prevendo o reajuste de 10% já estava na Assembleia Legislativa e deverá ser aprovado na primeira sessão ordinária, após o feriado.

Para que o evento ocorresse em pleno período de chuvas na região, o Sintero instalou grandes tendas na rua, onde foram desenvolvidas as atividades. A abertura das atividades foi feita pelo presidente do Sintero, Manoel Rodrigues da Silva. Ele destacou que a melhoria da qualidade do ensino público e a valorização profissional almejadas dependem da luta da categoria para que sejam transformadas em lei as propostas discutidas e aprovadas pela sociedade nas Conferências municipais, estaduais e nacional.

A Secretária de Assuntos Educacionais do Sintero, Claudir Mata, que também é Secretária Executiva da CNTE, conduziu as discussões sobre o PNE e o PEE. Segundo ela, os trabalhadores em educação devem defender a aprovação pelo Congresso Nacional e pela Assembleia Legislativa, dos textos integrais discutidos pela sociedade nas Conferências de Educação.

Com o auxílio de cartilhas foram discutidas uma a uma as metas do Plano Nacional de Educação. A Secretária Geral do Sintero, Francisca Diniz, manifestou preocupação com a possibilidade de alteração do texto original do Plano Estadual de Educação com a retirada de pontos importantes para a valorização profissional. Segundo ela, os trabalhadores e a sociedade precisam se manter vigilantes quando da votação do Plano pela Assembleia Legislativa.

O Secretário de Assuntos Jurídicos do Sintero, Nereu Klosinski, colocou em discussão a importância de se discutir o financiamento da educação, vistos que os recursos atualmente disponíveis são insuficientes para se promover a valorização profissional necessária. Segundo ele, é preciso lutar pelo aumento dos recursos constitucionais da educação. Só assim os Estados e Municípios terão verbas para a valorização profissional.

As atividades foram concluídas com a aprovação de uma Nota de Repúdio ao Governo do Estado do Paraná pela violência com que vem reprimindo as manifestações dos trabalhadores em educação daquele Estado, que lutam pela manutenção de direitos previdenciários.

Fonte - Assessoria de Imprensa

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.