PREFEITA LURDINHA IMPLANTA CONTROLE DIGITAL DE ABASTECIMENTO EM M蒁ICI

A novidade soma-se a uma s閞ie de inova珲es tecnol骻icas adotadas pela gest鉶 municipal
Quinta-Feira, 30 de Abril de 2015 - 11:45

Cerca de 60 profissionais entre condutores de veículos leves, ambulâncias, caminhões, ônibus e máquinas pesadas da Prefeitura de Presidente Médici/RO começam a cadastrar senhas de acesso para abastecimento de combustível com cartão. A medida visa otimizar o setor para resultar economia e exatidão na prestação de contas sobre os gastos com petróleo e peças. O novo controle da frota foi apresentado aos motoristas, nesta quarta-feira (29), pela prefeita Lurdinha do Sindicato (PT).

Como ocorre nos demais municípios que já instalaram o sistema de monitoramento e gerenciamento de consumo, a Prefeitura de Médici estima economizar até 30% do total atual. Além disso, conforme a prefeita Lurdinha, a ferramenta propiciará eficácia ao controle com a centralização das informações em tempo real sobre quem, quando, onde e qual veículo está sendo abastecido. “A frequência de abastecimento, bem como a distância percorrida e desempenho do veículo, são os principais parâmetros que esse sistema estabelece”, explica a gestora.

A novidade soma-se a uma série de inovações tecnológicas adotadas pela gestão municipal, que vem apresentando níveis de economicidade satisfatórios e facilitando os serviços públicos e a prestação de contas aos órgãos de controle externo. É que, o sistema denominado “Bubicard”, gere dados sobre o controle dos itens de tráfego como, as condições documentais do veículo e permissões de habilidade legal de cada condutor, empenho de aquisição do combustível, banindo o uso de documentos requisitórios e abastecimentos repetidos.  

Cada veículo da frota pública terá um cartão idêntico aos de crédito ou débito com senhas diferentes fornecidas aos motoristas. Os postos credenciados terão uma planilha e a maquineta para receber os cartões e informar os dados à central, que será controlada pelo setor específico na prefeitura. Havendo negativa ao abastecimento por excesso de consumo ou outros motivos, o responsável pela gerência do sistema, funcionário do Município, emitirá liberação da requisição imediata, mas as negativas serão apuradas.

Fonte - Assessoria

Comentários

News Pol韈ia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.