CABRA DANADO!, POR OSMAR SILVA

um obstinado. Os que querem seu lugar passam a noite maquinando maldades. Ele, dorme cedo e comea o dia na madrugada
Segunda-Feira, 27 de Abril de 2015 - 10:55

Você pode até não concordar comigo. Achar que defendo interesse pessoal e sou parcial. É um direito seu e respeito. Mas que esse Confúcio é um cabra danado, isto ele é! Gostando ou não gostando dele, esta é uma verdade que não se pode negar. Quanto mais seus opostos se exasperam torcendo por sua queda, mais ele avança com seus programas de governo. Realizando o que prometeu e se expandindo no que não se comprometeu. Tudo para atender a sociedade de Rondoniense.

É um obstinado. Os que querem seu lugar passam a noite maquinando maldades. Ele, dorme cedo e começa o dia na madrugada. Eles o ofendem através de matérias e artigos virulentos publicados na mídia. Provocam-no para a discussão. Ele se esquiva, não xinga, não revida, não ofende. Aguenta calado. E trabalha. Tá na Capital, tá no interior, tá em Brasília. Isso deixa a oposição enlouquecida.

Agora mesmo Confúcio Moura está marcando mais um tento. Apaixonado por tecnologias aceitou a sugestão de Vicente Moura, lá no começo do primeiro mandato, e está levando a cabo uma série de ações para inserir o estado e o governo de Rondônia, efetivamente, no século XXI.

As redes de cabos óticos que darão materialidade ao Projeto Infovia Rondônia e Infovias Municipais, de que vem falando há tempos, estão em conclusão. Teremos byts, megabytes e gigabytes sobrando em pouquíssimo tempo. Que importância tem isso? Pergunte a qualquer pessoa se aceita viver sem internet, sem celular, sem Facebook, sem whats App, sem computador. Na cidade ou na roça. Você descobrirá.

Com essas infovias digitais, implantará o Projeto e-Estado, que vai integrar a gestão e administração governamental através de meios digitais. E  Rondônia será o primeiro estado da federação, opioneiro, com esse nível de modernização. Em plena selva amazônica.  Será a unidade federativa com ‘governo sem papel’, interligado e integrado com todos os órgãos públicos de todos os municípios, criando as Apresentações Cidades Digitais.

Esse projeto facilitará a vida das pessoas, criando canais democráticos que integram comunidades, cidadãos e órgãos públicos. Dará agilidade a projetos das finanças, da educação, do patrimônio, das licitações, dos recursos humanos, servidores e cidadãos em geral. Transportará prontuários médicos e matrículas escolares, ordens de prisão ou soltura, por exemplo, na velocidade de um toque, de um município para outro, de um órgão para outro. Municipalismo e cidadania ao mesmo tempo.

O ministrodas Comunicações, Ricardo Berzoini, vem, em junho ou julho,lançar o plano de atendimento de telefonia móvel rural da Empresa Claro. Oprojeto levará os serviços de telefonia e internet para 80% dos distritos estado.

Até o final do ano serão instaladas 145 torres da Claro e cobrirão um raio de 30 quilômetros em torno de cada distrito. É cidade na roça e a roça na cidade.

No começo a telefonia móvel rural era para poucos distritos. Os maiores. Uma meia dúzia. Agora, só meia dúzia está fora. Por enquanto. O governo acabará achando um meio de integrá-los. Como exemplifica Confúcio: “É preciso revolucionar a educação. A escola é do século IX, o professor é do século XX e o aluno é do século XXI. Precisamos romper este abismo que separa estes elementos”, e integrá-los.

É esse governador danado, com a cabeça no presente e no futuro, com vida de gato, que exaspera a oposição. Que tem olhos pra ver, mas não enxerga. É cega por opção.

Osmar Silva – Jornalista – [email protected]

Fonte - Osmar Silva

Comentários

News Poltica

News Polcia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.