A TV QUE MUDOU TUDO NO BRASIL CHEGA AOS 50 ANOS

A Globo merece todas as crticas, mas muito mais todos os elogios.
Quinta-Feira, 23 de Abril de 2015 - 08:23

Pode-se falar mal, pode-se questionar, pode-se até acusar. Mas uma verdade é incontestável: a Rede Globo de Televisão, que completa 50 anos, foi vital para a recente história do país, em praticamente todos os sentidos. Hoje, embaixo de críticas pesadas tanto de esquerdistas como de direitistas (o PT, por exemplo, a declarou inimiga número 1) a Globo não vive seus melhores momentos. É alvo de duras críticas, sua programação já não é mais líder disparada em todos os horários; suas novelas estão sendo contestadas e até seus jornalísticos, que dominaram o meio TV por décadas, estão em fase de queda. O crescimento de outras redes, como a Record, que está produzindo programas mais para a família tradicional, tem tirado fatias importantes da emissora que começou a se tornar o que é em abril de 1965 e que mudou nosso país. Na linguagem. No comportamento. Na moda. Nas novidades tecnológicas e nos avanços científicos. Nas suas novelas cheias de lágrimas, dores, intrigas e amores. No humor. Na política. Durante quatro décadas, foi a Globo o sinônimo de TV no Brasil, reconhecida também no mundo inteiro. Ainda é a maior, mas já se discute se continua sendo a melhor.

Acusa-se a poderosa "Vênus Platinada", como a tratam os colunistas de TV, de ser parcial; de defender apenas seus próprios interesses; de ignorar os valores familiares em suas novelas hoje cheias de conflitos, guerras entre pais e filhos, irmãos e irmãs, sexo exagerado e desrespeito às tradições do país. Mas ela mexeu com a estrutura do Brasil. A Globo merece todas as críticas, mas muito mais todos os elogios. Aos 50 anos, uma das mais poderosas emissoras de rede nacional do mundo, é um patrimônio brasileiro, queiramos ou não. E, convenhamos, por tudo o que representou e representa, foi merecida essa conquista!

RECORDE MUNDIAL

Como a Globo começou a se tornar tão grande, no início dos anos 60, quando formou a primeira rede nacional de TV? Na verdade, ela usou de meios ilegais. Com o aval do governo militar da época, que recém tinha se instalado e precisava do apoio de uma mídia forte, ela se associou ao poderoso grupo americano Time Life, quando isso era proibido pela Constituição brasileira. Aliada ao poder central durante longos anos, foi formando sua grandeza em todo o território nacional. Uma de suas novelas dos anos 70 bateu um recorde mundial: teve 100 por cento de audiência no último capítulo. Até hoje, essa recorde nunca mais se repetiu no mundo todo...

SÓ QUATRO PMS

Nove assassinatos no último final de semana em apenas quatro cidades rondonienses: Porto Velho, Vilhena, Ariquemes e Alto Paraíso. A violência já supera todos os patamares suportáveis. No trânsito, mais oito bêbados foram pegos dirigindo. Já foram mais de 50 só nos primeiros meses deste ano. A maioria das cidades reclama de falta de policiamento. Em Guajará, por exemplo, com mais de 50 mil habitantes, apenas quatro PMs cuidam da segurança. E por aí vai. Estamos mesmo sobrevivendo na base da sorte, na maioria das comunidades do nosso Estado. Porque segurança, não há!

POUCA UTILIDADE

Nos próximos dias, mais dois processos contra o governador Confúcio Moura e o vice Daniel Pereira entram na pauta do TRE. Depois do caso mais grave,  em que a decisão do tribunal regional não deu em nada, já que liminar do TSE garante a dupla no cargo até o julgamento do último recurso, os outros dois são bem menos complexos. Claro que ninguém defende a ilegalidade, mas há questões que causam mais danos colaterais do que resolvem e fazem a verdadeira justiça. Provavelmente essas novas ações também não vão dar em nada. Servem mesmo é para criar um clima de insegurança política e administrativa. Mais que isso? Muito pouco.

TRANSPORTE RIDÍCULO

O transporte escolar em algumas cidades do Estado está uma vergonha. No distrito de União Bandeirantes, os moradores incendiaram um ônibus, em protesto pela falta de transporte para as crianças, que ainda não puderam iniciar o ano letivo. Já em Pimenta Bueno, nova vergonha. Estradas em péssimas condições fazem com que os ônibus cheio de crianças atolem. Dias atrás, em função do atoleiro, os estudantes que usam o transporte escolar na zona rural chegaram em suas casas às quatro horas da madrugada. Ficaram na estrada quase 12 horas. E ninguém vai preso! 

COVARDIA MORTAL

A morte do policial civil Wladimir Ferreira, ocorrida vários dias depois de ter sido covardemente baleado numa pizzaria da Capital, é mais um caso que arrepia os cabelos dos porto velhenses  e de todos os rondonienses. Ele deixa uma jovem viúva e uma criança de poucos anos. Nenhuma nota de protesto de entidades de direitos humanos, que ignoram os direitos à vida de pessoas de bem, concentrando-se na defesa dos direitos dos criminosos. Nos últimos tempos, pelo menos cinco policiais foram mortos por bandidos, em Rondônia. 

PERGUNTINHA

Será verdade que pelo menos 60 mil rondonienses ainda não se deram conta de que falta apenas uma semana. Para encerrar o prazo da declaração do Imposto de Renda deste ano?

Fonte - SRGIO PIRES

Comentários

News Poltica

News Polcia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.