GALINHA CHOCA CRACK E MACONHA DE TRAFICANTES NO MARANH肙

No 鷏timo s醔ado, oficiais encontraram 34 pedras de crack e 18 cigarros de maconha escondidos em uma casa. At a, tudo bem.
Segunda-Feira, 13 de Abril de 2015 - 11:48

Os bandidos inovaram de vez. O caso aconteceu em São Luís do Maranhão, chamou a atenção da polícia e virou piada na web. No último sábado, oficiais encontraram 34 pedras de crack e 18 cigarros de maconha escondidos em uma casa. Até aí, tudo bem. O diferencial é que eles estavam sendo chocados por uma galinha.

A tática foi a maneira encontrada pelos três moradores da casa de manter a droga — que era para seu uso pessoal e para venda — escondida da polícia. A estratégia deu certo por um tempo, mas encontrou seu fim após denúncias anônimas darem conta de que existia no local um ponto de venda de drogas.

O curioso é que, até o momento, a única foto divulgada pela PM local é da galinha. Os três responsáveis pela droga foram encaminhados à delegacia e liberados para responder em liberdade aos crimes que cometeram. Em nota, o 6º BPM confirmou a apreensão das drogas e ainda citou que, com os suspeitos, foram encontrados R$ 80,00 e papel alumínio para embalar as drogas.

Leia a nota divulgada na íntegra:

"De acordo com denúncias sobre trafico de drogas foi realizada uma abordagem policial na rua do Meio no bairro da Estiva por volta das 20h45min do dia 10/04/15 pela Equipe Charlie do Grupo Tático Móvel do 6º BPM, comandada pelo Ten Lucena Junior, que constatou a veracidade daquela informação. Quando os policiais da sua equipe ao fazer a abordagem perceberam que duas pessoas entraram correndo na casa, e ao realizar revista no interior do imóvel foi encontrado no quarto  uma criação de galinhas, durante uma busca minuciosa no cômodo foi achado debaixo de uma galinha  a quantidade de 34 pedras de crack, 14 trouxinhas de maconha, foi apreendido também a importância de R$ 80,00 e papel alumino cortado para embalar drogas. Foram conduzidos para o plantão da Vila Embratel, 16º DP, Rosimary Silva Sousa, Jose Antonio Mendes e Maria Mercês Sousa, sendo lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO)."

Fonte - yahoo

Comentários

News Pol韈ia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.