ATÉ QUE UM DIA NOSSO PARLAMENTO OUVIU A VOZ DAS RUAS!

Faltou acrescentar, por exemplo - e isso sim, seria a plena Justiça - que matador de policial ou de todos os agentes listados no projeto, teriam que cumprir integralmente a pena, sem direito a qualquer benefício.
Domingo, 29 de Março de 2015 - 13:57

Não se sabe se ainda vão haver obstáculos pelo caminho; se o Senado vai concordar e se a Presidente Dilma vai sancionar, mas, depois de muitos anos, pela primeira vez a Câmara Federal deu um passo importante na direção do combate à bandidagem que assola esse país e que, todos os dias, mata cruelmente e covardemente policiais. A aprovação do projeto 3131, que teve como relator o rondoniense Marcos Rogério, o jovem deputado federal de Ji-Paraná, transforma em crime hediondo o assassinato de policiais, bombeiros, integrantes das Forças Armadas, servidores dos Presídios e da Força Nacional de Segurança. Parentes de policiais mortos, quando crime tiver ligação com a função do agente, também entram no rol em que será imputado aos bandidos, penas que podem chegar a até 30 anos de cadeia. Hoje, a pena máxima para esses crimes é, no máximo, de 20 anos. Claro que ainda é muito pouco, mas  pode ser um primeiro passo na direção da verdadeira Justiça e na separação entre os criminosos do mal e os brasileiros do bem. Faltou acrescentar, por exemplo - e isso sim, seria a plena Justiça - que matador de policial ou de todos os agentes listados no projeto, teriam que cumprir integralmente a pena, sem direito a qualquer benefício. Mas nesse país onde os direitos dos bandidos são muito maiores do que suas vítimas, já seria sonhar e pedir demais.

De qualquer forma, depois de longos anos de inércia e lava mãos, o Congresso ouviu, finalmente, a voz rouca das ruas e votou um projeto deste nível. Para se ter uma ideia, no Rio,São Paulo, só neste ano, foram assassinados mais de 30 policiais. Praticamente um a cada três dias. Punir bandidos com penas pesadas já é um começo. Falta muito mais, mas só essa notícia já nos dá um alento. Ainda podemos vencer o crime, se as pessoas de bem se unirem!

MÍDIA EM ÔNIBUS

Uma mídia diferente será usada pelo Governo para divulgar nosso Estado e principalmente a Rondônia Rural Show, que acontecerá em Ji-Paraná, no mês de maio. A intenção é levar o convite para a exposição rondoniense para pelo menos 23 estados brasileiros, através dos ônibus da empresa Eucatur, que faz linhas interestaduais há várias décadas. Pela primeira vez na sua história, os coletivos da empresa terão propaganda oficial. A arte final está pronta e nos próximos dias começa a ser colocada nos ônibus.

INVESTIMENTO E RETORNO

O governo rondoniense vai investir pesado para divulgar a Rondônia Rural Show e atrair visitantes e empresários de todo o país, para conhecer a grandeza do nosso agronegócio e abrir novas perspectivas de comercialização. Milhares de inserções serão colocadas no ar em toda a mídia (TVs, rádios, jornais, sites, outdoors e ônibus, além de outras mídias consideradas alternativas), para transformar a feira de Ji-Paraná no maior evento do setor em Rondônia e, proporcionalmente, na região norte. A expectativa é de um retorno altamente positivo para a divulgação em massa para atrair grandes negócios para a feira.

QUAL O CRIME?

Trechos de gravações de telefonemas entre o governador Confúcio Moura e seu então secretário Lúcio Mosquini andam aparecendo nas redes sociais. Vazaram e estão fazendo a festa dos opositores. Num deles, Mosquini teria afirmado que a obra do Espaço Alternativo daria o segundo turno ao governador, como se isso fosse um ato criminoso. Se for verdade, qual o delito cometido? Se poderia até questionar alguma questão moral, mas legal, nunca! Claro que os adversários deitam e rolam, mas se fosse só por isso, certamente não haveria qualquer indiciamento judicial.

AGONIA SEM FIM

Será que um dia a  agonia da família da jovem  Naiara Karine vai terminar? Depois do julgamento e condenação a 24 anos de cadeia de Marco Antonio Chaves da Silva, participante confesso do assassinato, agora mais três envolvidos vão a júri popular. Francisco da Silva Plácido, Wagner Strougulsky de Souza e Richardson Bruno Mamede das Chagas. O quarteto é acusado de raptar, estuprar e matar a bela jovem, com requintes de crueldade. Mesmo com os principais envolvidos presos, as investigações continuam, porque há perguntas importantes sem respostas.

A OAB DO PT?

Marcus Vinicius Furtado Coelho, atual presidente da OAB nacional, está com um pé no Supremo Tribunal Federal. Se já não foi ontem, o será nos próximos dias, indicado pela presidente Dilma Rousseff para ocupar a vaga de ministro, na vaga aberta com a aposentadoria de Joaquim Barbosa. Ele mesmo, aquele que acabou com o esquema do Mensalão e ficou sob a alça de mira do petismo e do governo. Marcus Vinicius é amigo. Muitos advogados, país afora, está insatisfeitos com o mandato dele, que partidarizou a entidade e a transformou num braço do PT. O assunto vai dar muito pano para manga...

PERGUNTINHA

O PMDB vai mesmo romper com o governo do PT, caso seja criado um novo partido, o PL, apoiado pelo Planalto, para reunir descontentes de outras siglas que apoiariam a presidente Dilma?

Fonte - Sergio Pires

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.