Domingo, 22 de Março de 2015 - 09:01 (Colaboradores)

SOMOS DIFERENTES DE OUTROS PAÍSES DA AMÉRICA LATINA?

Desses pequenos países em que políticos da extrema esquerda chegaram ao poder, pela via democrática e depois mudam as leis para se manterem no comando, apenas a Bolívia tem dado certo. Por enquanto...


Imprimir página

A classe dominante é expressão que se autoexplica. Não importa o tipo de governo, os poderosos são iguais. O são no Brasil, nos Estados Unidos, na Alemanha ou em qualquer país democrático. E o são também na Coreia do Norte, na China ou em Cuba. Os donos do poder são poucos, têm seus acólitos e afora esses, muito pouca gente tem acesso ao centro do verdadeiro direito (adquirido nas urnas ou à força), de governar. As coisas complicam quando um grupo consegue chegar ao poder, usando sistemas democráticos que lhes facilita a voz e a defesa de suas ideias e, quando lá chega, quer fazer valer apenas a sua vontade, tentando disfarçar uma democracia, mas se transformando num governo de títeres.

É isso por exemplo, que ocorreu em alguns países da América Latina, como a Venezuela, mas Bolívia e Equador, principalmente, andam na mesma direção. Na Venezuela, os resultados, todo o mundo os está assistindo. Desses pequenos países em que políticos da extrema esquerda chegaram ao poder, pela via democrática e depois mudam as leis para se manterem no comando, apenas a Bolívia tem dado certo. Por enquanto...

O Brasil ainda está distante dessa complexa convivência entre ideologias antagônicas? Essa mesmo, que divide países e podem levá-los, em última e terrível instância, a uma guerra civil? Claro que ainda estamos longe disso. Mas é importante que aprendamos com os erros dos vizinhos, não aceitando a radicação. Estamos aparentemente divididos ao meio, mas o governo tem todas as ferramentas para unificar de novo todos nós, na direção sermos de um país decente, crescendo e justo para todos. Jogando uma parte da população contra a outra é que não se encontrará saída alguma. Está na hora dos dominantes do momento entenderem isso. Se não o fizerem, a coisa pode "venezuelar"!

MULTA VIRTUAL

Polícia Rodoviária aplicou multa num motorista que, segundo a punição, estaria andando sem cinto de segurança na BR 319 (Jorge Teixeira), esquina com Carlos Gomes. Além de ser raríssimo se ver alguma viatura da PRF na área, o dono do veículo estava trabalhando, no horário (10h26 da manhã), a alguns quilômetros do local onde teria sido flagrado. Além disso, seu carro estava no estacionamento da empresa. Mais ainda: o motorista jura que jamais anda sem cinto. Mas aqui é o Brasil e depois que a burocracia anda, não tem quem a mude. No fim, é melhor pagar do que perder longo tempo com recursos que nunca dão em nada. Lamentável!

SEM PROVAS                                

Está na hora da legislação do trânsito mudar e exigir que, para cada multa, haja necessidade de uma comprovação. Ora, se os guardas municipais multam; a Polícia Militar multa; a Polícia Rodoviária multa, quem poderá ajudar os motoristas que são notificados injustamente? O Chapolin Colorado? É incrível que além de pagar os mais altos impostos do mundo e receber quinquilharias em troca, muitos contribuintes sejam injustiçados e ainda fiquem à mercê de punições erradas. Claro que se excetuando a maioria dos casos, em que as multas são bem aplicadas.Mas as injustiças só aumentam.

GUTIERREZ E A CASA CIVIL

Um longo texto do jornalista Roberto Gutierrez, publicado em seu Blog, critica os críticos do Chefe da Casa Civil, Emerson Castro e defende as ações que ele tem tomado. Pergunta, em certo trecho, sobre os ataques: "será porque neste ano não teve mala preta e foi obtida unanimidade na eleição da Mesa Diretora da Assembleia?", referindo-se às tratativas feitas por Emerson, representando o governo. No link, tem o texto completo, destacando a opinião do cronista que conhece muito bem os bastidores da política rondoniense.

VAI VIRAR MINISTRO?

Nova liderança política emergente, o líder do MST, que falou em nome do povo brasileiro em recente homenagem a Hugo Chávez, na Venezuela, agora participa também de atos oficiais do governo. Fez um longo discurso no interior do RS, ao lado da presidente Dilma Rousseff, chamando de golpistas os que foram às ruas exigir o fim da corrupção e a impeachment da Presidente. Convocado pelo ex presidente Lula para colocar seu Exército nas ruas, João Pedro Stédile, o riquinho que nunca trabalhou e nem pegou numa enxada, vai acabar sendo ministro.

RATAZANAS

A corrupção, arraigada em todos os setores, chega até aos pequenos contratos. Mais uma história, relatada a amigos por um empresário. Recentemente, ele venceu uma concorrência. Desistiu do contrato, porque era tanta gente exigindo comissão, que ele teria que distribuir pelo menos o dobro do que ganharia com o trabalho. E que não venham exigir provas, porque todos os envolvidos sabem de quem se está falando. E provas existem. É uma vergonha o que está acontecendo no nosso país. Pega-se uma ratazana e tem mais 10 mil soltas, continuando a praticar o mesmo crime.

PERGUNTINHA

O novo procurador geral do Ministério Público de Rondônia, Airton Pedro Marin Filho, conseguirá colocar na cadeia ao menos a maioria dos corruptos que continuam agindo por aqui?

Fonte: Sergio Pires

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias