Sexta-Feira, 06 de Março de 2015 - 18:04 (Cidades)

CANDEIAS COMEMORA DE FORMA INÉDITA DATA MÁXIMA DAS MULHERES

Com grade social, artística e de cunho cidadão bastante diversificada, a Secretaria de Mulher, em Candeias, presidida pela primeira Dama, o hall de acesso da Unidade Básica de Saúde [UBS], no setor comercial ficou lotado durante o inicio do período matinal.


Imprimir página

Por Xico Nery
da redação do NewsRondônia

CANDEIAS DO JAMARI/RO– Entoado o Hino Nacional, o prefeito Francisco de Soares Sobreira [O CARECA], abriu as festividades alusivas ao Dia Internacional da Mulher diante de um público adverso e recheado de representantes de instituições e do poder público rondoniense.

Vários são os eventos que a ‘Administração União e Trabalho’ vem proporcionando ao público feminino, com destaque às campanhas de conscientização em massa sobre os direitos civis e sociais, só agora encorpados por um gestor municipal ao longo dos 23 anos de criação, instalação e funcionamento deste município.

Com grade social, artística e de cunho cidadão bastante diversificada, a Secretaria de Mulher, em Candeias, presidida pela primeira Dama, o hall de acesso da Unidade Básica de Saúde [UBS], no setor comercial ficou lotado durante o inicio do período matinal.

Além da presença das representantes da Delegacia da Mulher, fizeram presentes conselheiros dos Centros de Referências da Assistência Social [CRESS/CRASS], Defensoria Pública do Estado, da Saúde, Educação, além do corpo de profissionais das universidades FARO, FIMCA e Fundação Zequinha Araújo.

As mulheres e seus dependentes receberam da prefeitura - à parte do público masculino foi considerado intimista – atenção à ao cadastro do programa Bolsa Família, esclarecimentos de direitos à mulher, higiene bucal [infantil], medição do colesterol, tipagem sanguínea, tomadas de informações sobre doenças sexualmente transmissíveis [DST/AIDS], malária, corte de cabelo e outros serviços atinentes a parceiros e apoiadores da ‘Gestão Careca’.

Em suas falas o prefeito e a Primeira Dama defenderam ‘uma maior participação das mulheres nas decisões políticas do município, do Estado e do país’. O casal citou, como forma de inclusão nos poderes e na iniciativa privada, ‘a construção de um melhor conjunto da sociedade feminina’. Segundo eles, ‘é preciso que se dê maior conotação à presença das mulheres no Legislativo, Executivo e no Judiciário’.

Em meio ao público que compareceu ao local sede dos eventos alusivos à data máxima das mulheres de todo o mundo, as representantes dos Centros de Referência da Assistência Social [CRESS/CRASS], da delegacia da Mulher e Defensoria Pública [DPE], respectivamente, lembraram que ‘a cada dia 15 mulheres são assassinadas no Brasil num universo de 450 vítimas de violência em todos os níveis’.

Sequencialmente, também, a cada 1,5 hora 15 homens são assassinados vitimizados pelo avanço da violência doméstica, elas disseram após pedirem que o público feminino acionam com maior frequência os órgãos de proteção através dos serviços disponibilizados  no viés dos sete polos das redes de enfrentamento à violência doméstica criados no Estado.

fotos: Marlene Mattos

Fonte: newsrondonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias