TEM GENTE PODEROSA NA TORCIDA PELOS CRIMINOSOS

Mas quando s colocam os criminosos na condio de vtimas e a polcia como se estivesse sempre cometendo erros e delitos, alguma coisa est totalmente errada.
Quarta-Feira, 25 de Fevereiro de 2015 - 10:17

A poderosa Globo, que pode até manter ou derrubar governos, abraçou uma nova causa: a dos que querem o fim da Polícia Militar. Como os defensores dos direitos humanos dos criminosos, que fazem de conta que não existem vítimas; como se os mais de 50 mil assassinatos por ano, neste país em guerra civil, fossem apenas estatísticas e não pessoas. Como o querem parte do governo e a maioria do Congresso, que misturam segurança pública com os tempos da ditadura e da perseguição política da época, como se os assassinos, assaltantes, facínoras incorrigíveis, menores que vivem na e da crueldade de hoje, fossem apenas vítimas, análogas aos perseguidos pelo regime militar. Parte importante da mídia começou a rezar por essa cartilha, atacando duramente ações policiais em que há troca de tiros  e vítimas comuns, até porque numa guerra (e a bandidagem declarou guerra ao país, embora os beócios e cegos ideológicos façam de conta que não é isso!), esse efeito colateral acontece mesmo. Claro que há policiais bandidos e bandidos travestidos de policiais que têm que ser denunciadas. Mas quando só colocam os criminosos na condição de vítimas e a polícia como se estivesse sempre cometendo erros e delitos, alguma coisa está totalmente errada.

Vamos levar umas duas ou  três gerações para limpar esse país da bandidagem, se é que vamos conseguir ainda, já que, de alto a baixo, está tudo dominado, usando a linguagem podre do crime. Se começarmos a limpeza da violência e do crime agora, levaremos décadas até  que se possa dizer que a maioria de gente do bem não é mais refém da minoria do mal. A mídia pode estar contra a polícia, mas o brasileiro do bem não está. E, torçamos, no fim serão os mocinhos a ganharem a guerra, embora haja tanta torcida e gente poderosa na arquibancada da  bandidagem...

PARA O GUINESS!

Rondônia está correndo célere para conquistar mais um espaço Guiness Book. Já poderia estar lá, pelo maior massacre causado por índios contra brancos, no século passado, quando 29 garimpeiros foram trucidados na Reserva Roosevelt, em abril de 2004. Agora, tem nova chance. É em sua Capital uma das escolas mais roubadas de todos os tempos. Nesta semana, a Escola Estadual Padre Mário Castagna foi arrombada e sofreu uma verdadeira "limpeza" por parte dos bandidos. Não seria notícia, se essa não fosse a 25ª vez que a escola da zona sul foi atacada. Infelizmente, não é invenção. É a triste verdade.

MAURÃO A MIL

Na Assembleia Legislativa, o presidente Maurão de Carvalho começou a mil. Na segunda, reuniu-se com grande número de jornalistas, num café da manhã dos mais concorridos, na sede do parlamento. Também teve importante reunião com o vereador Jurandir Bengala, presidente da Câmara, para falar de ações conjuntas em benefício da Capital. E nesta terça, abriu a temporada de sessões ordinárias, com a primeira reunião com toda a nova composição da ALE. Maurão se movimenta e começou mostra do (muito) serviço.

PERDENDO O RUMO

O PT rondoniense parece estar perdendo o rumo mesmo. Agora, alguns dos derrotados nas urnas, que se imaginariam salvos junto ao poder com cargos no governo Confúcio Moura  - e que não conseguiram -  querem a cassação dos únicos dois representantes do partido eleitos para a Assembleia Legislativa. Tanto Ribamar Araújo como Lazinho da Fetagro estão sob a mira dos petistas revoltados (e sem cargo), que querem tirar os dois na marra, por não terem apoiado decisão de indicar nomes como os de Sid Orleans e Márcio Mateus para o primeiro escalão de Confúcio.

CONSTRANGIMENTO

O que não está sendo dito nessa história é que Confúcio não topou os nomes indicados pelos petistas. Os dois chegaram a ir até o Governador, ao lado do Padre Ton (mais um que não passou no crivo das urnas),  num encontro cheio de constrangimento. Os representantes do PT queriam sair da reunião com o OK do Governador e, é claro, não conseguiram. Quem acabou indicada para a Secretaria de Ação Social foi a vereadora Valdenice Domingos, da pequena Campo Novo. A turma que o PT queria empurrar goela abaixo ficou de fora. Agora, quer a cabeça de seus companheiros eleitos. Lamentável!

ESTÁ APODRECENDO

Na Venezuela, o governo do Presidente Maduro está é quase podre. Agora, depois de tiros contra adversários civis, prisões arbitrárias, violência contra quem não reza pela cartilha oficial, surgem denúncias de torturas para obrigar presos a testemunhar contra opositores. Teria sido essa a causa da prisão do prefeito de Caracas. As coisas estão ficando cada vez piores, sob os olhares complacentes dos vizinhos sul americanos. E aplausos até, como o fez o PT em nota oficial, se solidarizando com o governo Maduro. Lamentável...

PERGUNTINHA

Será que em abril deste ano, quando se completarão 11 anos do massacre de garimpeiros por índios, na Reserva Roosevelt, em Espigão do Oeste, o inquérito que denuncia mais de 100 envolvidos vai ser encaminhado à Justiça?

Fonte - Sergio Pires

Comentários

News Poltica

News Polcia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.