JOAQUINZ肙 DISSE O QUE MILH誆S GOSTARIAM DE DIZER!

At a OAB nacional, que agora um bra鏾 do petismo, teve novo chilique e amea鏾u outra vez cassar o registro de advogado do mais famoso ex presidente do Supremo.
Quinta-Feira, 19 de Fevereiro de 2015 - 10:55

Há coisas estranhas no país da hipocrisia, em que, dependendo de quem fala, do que defende, do que é sua ideologia, pode. Se for contra, não pode. Qualquer brasileiro pode opinar sobre o governo. É democrático. Mas um ministro, como o da Justiça, se for sob a ótica de um petista ou da OAB partidarizada,  pode ter conversas não republicanas com advogados de personalidades envolvidas até o talo com falcatruas e corrupção. Mas, se não for da turma, ai de quem criticar, como o fez o ex ministro Joaquim Barbosa, agora um brasileiro comum.  Barbosa fez o que milhões de brasileiros gostariam de fazer: criticou duramente os encontros do ministro Cardozo com defensores de criminosos e pediu a cabeça dele. Claro que repercutiu muito, porque Joaquinzão é o sujeito que abalou as estruturas do poder petista em mandar alguns dos suas estrelas (com o perdão do trocadilho), para a cadeia, no caso do Mensalão, aí não pode. Até a OAB nacional, que agora é um braço do petismo, teve novo chilique e ameaçou outra vez cassar o registro de advogado do mais famoso ex presidente do Supremo.

Essas coisas são tratadas quase como piada, quando deveriam preocupar. Em situações em que os poderosos só cantam a democracia quando ela lhes interessa, o negócio assusta. Hoje no poder, muitos dos que se diziam batalhadores pelo regime democrático, agora procuram todas as formas de transformá-lo num vilão. Porque para eles democracia é só o que os beneficia, não os fiscaliza. O que não os coloca na cadeia. Joaquinzão pode até ser acusado de falastrão e exagerado, mas, mais uma vez, teve a sensibilidade de dizer exatamente o que o povo brasileiro, em sua imensa maioria, gostaria de dizer: dar um pontapé no traseiro de um ministro que aceita conversas às escondidas sobre como proteger suspeitos de crimes.

"MADE IN CHINA"

A crise da saúde pública de Guajará Mirim, que está na mídia desde que a TV Candelária/Record denunciou a situação do hospital regional, não é de agora. Há cerca de três anos atrás, o Conselho Federal de Medicina interveio por lá. Primeiro, porque os salários dos médicos e profissionais da saúde chegou a atrasar quatro meses. Depois, porque se descobriu que os medicamentos distribuídos à população não faziam efeito algum. Eram "Made in China". As denúncias até hoje estão andando no Ministério Público e outros órgãos de fiscalização...

COVARDIA INOMINÁVEL

Ah, os canalhas covardes, reis da impunidade! Eles continuam reinando e destroçando vidas, sob os olhares complacentes das autoridades que não fazem as leis para trancafiar esses animais durante décadas. Nesta semana, um pequeno comerciante de Porto Velho levou um tiro na cabeça porque, ao ser assaltado, tinha pouco dinheiro para entregar. Um dia, quando esse país voltar a ser decente e ser regido por uma legislação decente, os defensores do criminosos vão responder perante a Justiça.

CONTAGEM DE CORPOS

Pode parecer exagero, mas é uma constatação: ao final de feriadões e de festas prolongadas, faz-se o rescaldo e a contagem de corpos, como se estivéssemos saído de uma violenta batalha. Mais uma vez o carnaval foi uma carnificina, com centenas de assassinatos e tantos outros mortos nas famigeradas tragédias no trânsito. Famílias inteiras sucumbiram em rodovias país afora. Centenas de jovens foram mortos brutalmente. Nas guerras, contam-se também os mortos. Mas no Brasil, eles são cada vez mais, mesmo em tempos ditos de paz. Paz? Onde?

DONO DO CONTRATO

Num determinado órgão, servidor com cargo importante se acha dono de contratos, querendo achacar e abocanhar parte do que deve ser pago, integralmente, a quem realmente executou o trabalho. O sujeito, que parece não temer a lei, avisa: só paga o que tem que ser pago, se a parte dele for garantida. Sabe-se que há gente querendo gravar os achaques. A coluna tem nomes e informações, se é que haverá alguém com coragem de contestar o relato aqui feito...

NOVA RELAÇÃO

Assembleia volta à normalidade, abrindo, com sessões normais, o primeiro ano da atual legislatura, no dia 24,  terça da semana que vem. Agora  com Maurão de Carvalho no comando e uma nova visão da coletividade em relação à forma como as coisas estão acontecendo pelos lados do parlamento, a partir de uma eleição sem mala preta e sem rolos da nova Mesa Diretora. Depois da boa administração de Hermínio Coelho, a ALE tende a se reaproximar da coletividade, com a forma correra com que Maurão dará continuidade ao comando do legislativo.

DOIS LADOS DO BLOG

Depois de algum tempo afastado do seu Blog, desde a dura campanha eleitoral, o governador Confúcio Moura voltou a ele com tudo. Critica, comenta, dá sugestões, puxa a orelha de assessores, avisa que cargo de confiança é apenas passageiros, enfim, aproveita a rede social para dar seu recado. Há o lado positivo disso, pela transparência que lhe é característica. E há o outro lado da moeda: onde ele fica exposto, inclusive a comentários agressivos e até ofensivos, tão comuns na mídia eletrônica. Certamente, o Governador tem colocado os dois pesos na balança, para continuar usando o Blog...

PERGUNTINHA

Com seu ressurgimento na mídia, atacando petistas de alto coturno, será que Joaquim Barbosa anda sonhando sonhos eleitorais?

Fonte - Sergio Pires

Comentários

News Pol韈ia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.