DISTRITO DE SURPRESA, EM GUAJARÁ-MIRIM, GANHA POSTO DE SAÚDE E ESCOLA

A nova escola, que será construída num terreno doado por um morador, terá 10 salas de aula; refeitório; cozinha; banheiros; setor administrativo e área de recreação.
Segunda-Feira, 09 de Fevereiro de 2015 - 18:10

As construções de um posto de saúde e de uma escola com 10 salas de aula no distrito de Surpresa localizado na região de encontro dos rios Mamoré e Guaporé, no município de Guajará-Mirim,  fazem parte de um pacote de benefícios que o governador Confúcio Moura havia firmado com a população local em visita em junho de 2014.

O governo estadual já iniciou as obras do posto de saúde e o início da construção da escola depende da assinatura da ordem de serviço entre o Departamento de Obras e Serviços Públicos (Deosp) e a empresa. O diretor-executivo do Deosp, engenheiro Mirvaldo Moraes de Sousa, informou que o contrato deve ser assinado nos próximos dias.

Mirvaldo de Sousa explica que os projetos do posto e da escola foram executados pela Deosp e os recursos para a execução das obras são da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), em suas respectivas áreas.

Conforme o projeto, o posto de saúde terá quatro consultórios, sendo um odontológico; sala de educação e saúde; sala de curativo; sala de coleta de material; almoxarifado; copa; depósito de material e limpeza; administração; imunização; farmácia e sala de repouso médico. A obra está orçada em R$ 760 mil.

O diretor do Deosp salienta que toda a estrutura será construída numa área de 300m². A empresa tem seis meses para a conclusão dos serviços. Miralvado ressalta que o projeto é moderno e atende todas as necessidades do distrito de Surpresa, com cerca de 300 famílias.

O prefeito Dulcio Mendes (PT) afirmou que a construção de um posto de saúde novo e moderno era uma das principais reivindicações de Surpresa. “Os moradores aguardavam essa obra há mais de 40 anos”, comentou o prefeito.

Mendes disse que o atual posto de saúde funciona numa barraco de madeira, em condições precárias. “O governador Confúcio foi a Surpresa e conheceu as dificuldades daquela comunidade tão distante da sede do município, com acesso apenas de aeronave ou embarcação. De barco são pelo menos 24 horas de viagem”, explanou.

A nova escola, que será construída num terreno doado por um morador, terá 10 salas de aula; refeitório; cozinha; banheiros; setor administrativo e área de recreação. A escola municipal São Judas Tadeu foi atingida pela enchente do ano passado e os estudantes da rede municipal estão estudando na escola estadual Salomão Justiniano Melgar, em horários ajustados.

 

Texto e fotos:  Nilson Nascimento

Fonte - decom/gov-ro

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.