PROCON RONDÔNIA DIVULGA RANKING DAS EMPRESAS MAIS RECLAMADAS EM 2014

No ranking dos mais reclamados, estão entre os 10 principais, conforme maior número de reclamações, os seguintes fornecedores: Operadora OI (2157); Operadora Claro (740); Eletrobras/antiga CERON (716); Operadora Vivo (695); Lojas Romera (329); Samsung (306); Bradesco (234); SKY (223); Gazin industria e Comercio de Moveis (211); e HSBC (217).
Segunda-Feira, 09 de Fevereiro de 2015 - 10:17

Nesta segunda feira (09/02/2015), o PROCON Rondônia, órgão vinculado à Secretaria de Estado da Assistência Social (SEAS), divulgou o cadastro de reclamações fundamentadas de 2014. Telefonia, TV por assinatura, bancos, empresas de eletrodomésticos e eletroeletrônicos e concessionárias de serviços públicos lideram o ranking de reclamações. Os dados foram coletados pelo Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (SINDEC) do Ministério da Justiça.

De acordo com as informações do SINDEC, ao longo do ano passado, foram realizados 15.589 (quinze mil quinhentos e oitenta e nove atendimentos) atendimentos pelos PROCON integrados ao SINDEC, ou seja PROCON de Porto Velho, Ariquemes, Rolim de Moura e Vilhena, sendo uma media de 1.300 atendimentos por mês.

Na presente divulgação não estão incluídos os números de Ji-Paraná como também os números de atendimentos realizados via telefone, contabilizando assim um aumento de 6.000 atendimentos a mais que no anos de 2013.

No ranking dos mais reclamados, estão entre os 10 principais, conforme maior número de reclamações, os seguintes fornecedores: Operadora OI (2157);  Operadora Claro (740); Eletrobras/antiga CERON (716); Operadora Vivo (695); Lojas Romera (329); Samsung (306); Bradesco (234); SKY (223); Gazin industria e Comercio de Moveis (211); e HSBC (217).

Os dados utilizados na elaboração do Boletim Sindec foram disponibilizados em formato aberto também no Portal Brasileiro de Dados Abertos. São "dados abertos" aqueles que estão livremente disponíveis para o uso e reuso por qualquer interessado, sem restrição de licenças, patentes ou mecanismos de controle.

Para o Coordenador Estadual do Procon Rondônia, Rui Costa, o cidadão está atento aos seus direitos e tem buscado garanti-los. "Nosso objetivo é resguardar as leis que protegem o consumidor prestando orientação jurídica e acompanhamento das demandas, gratuitamente, conforme realiza o órgão de defesa do consumidor do Estado de Rondônia", destacou.

Consumidor.gov.br

Desde 01 de novembro do ano passado mais um sistema vem subsidiando os órgãos do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor com informações a respeito dos problemas vivenciados pelos consumidores no mercado de consumo. Trata-se do Consumidor.gov.br, um serviço público para solução alternativa de conflitos de consumo na internet, monitorado pelos órgãos de defesa do consumidor e pela Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça, com o apoio da sociedade

Atualmente a plataforma conta com 52 mil usuários cadastrados e 228 empresas credenciadas, já tendo sido registrados 50 mil atendimentos.

Clique aqui para conhecer os Indicadores do Consumidor.gov.br.

Clique aqui para conhecer a lista de empresas participantes

Saiba mais
Todas as demandas registradas pelo Procon Rondonia seguem para o cadastro do Sindec e recebem uma classificação de Área, Assunto e Problema. O objetivo dessa classificação é permitir o agrupamento das demandas segundo alguns critérios, para auxiliar na análise e na leitura dos dados, tanto por parte dos órgãos de defesa do consumidor, dos órgãos de imprensa, como também por parte dos consumidores. Atualmente, o Sindec está presente em 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal.

O PROCON Rondônia recebe denúncias e reclamações, em Porto Velho, Ariquemes, Ji-paraná, Rolim de Moura e Vilhena.

Fonte - procon-ro

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.